Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Outubro traz prestação da casa mais alta para Euribor a três meses

Homero lacerda/Unsplash
Homero lacerda/Unsplash
Autor: Redação

A prestação da casa vai subir, em outubro, pela primeira vez em três anos. Trata-se de um aumento simbólico na mensalidade a pagar ao banco pelo empréstimo concedido para a compra de casa e apenas para quem tem crédito associado à taxa Euribor a três meses. Nos restantes prazos, o valor mensal a pagar volta a descer.

Segundo as contas do ECO, no caso de um crédito no valor de 100.000 euros a 30 anos e com um spread de 1%, o valor da prestação será, no próximo mês, de 306,75 euros. Isto para quem tem financiamentos associados à Euribor a três meses. Trata-se de uma subida de quatro cêntimos face à última revisão, em julho. Apesar de ser uma subida ligeira, é a primeira vez desde março de 2014 que a mensalidade a pagar ao banco sobe em Portugal.

No caso dos créditos à habitação indexados à Euribor a seis meses, a mais usada no país, e tendo em conta o mesmo cenário, a prestação vai descer 0,5% face à anterior revisão, para 309,25 euros.

Já as famílias com empréstimos associados à Euribor a 12 meses, terão um alívio mensal de 1.6%, com a prestação da casa a cair para os 313,98 euros.