Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Empréstimo à habitação

Últimas notícias sobre "Empréstimo à habitação" publicadas em idealista.pt/news

Avaliação bancária de casas volta a subir e atinge os 1.185 euros por m2 em março

Mesmo em tempos de pandemia Covid-19, o valor mediano de avaliação bancária das casas com vista à concessão de crédito à habitação voltou a aumentar. Em março, atingiu os 1.185 euros por metro quadrado (€/m2), um valor 0,9% superior face ao registado em fevereiro (1.174 €/m2). A Região Autónoma dos Açores foi onde este valor mais cresceu face ao mês anterior - em concreto 3,5%. Já a menor variação foi registada no Algarve (0,3%). Quando comparado com o mesmo período do ano passado - que coincide com o início da pandemia -, as diferenças são ainda maiores, já que se regista uma variação de 6,8%. A maior de todas ocorreu no Norte do país (7,7%) e a menor no Algarve (2,9%).

Notícia sobre:

Bancos respeitam travão ao crédito à habitação – mas duração média dos novos empréstimos sobe

Os bancos estão a cumprir de forma generalizada os limites recomendados pelo Banco de Portugal (BdP) na concessão de novos créditos, nomeadamente no que diz respeito ao crédito à habitação, que atinge apenas 90% do valor do imóvel em mais de 90% dos casos. Em 2020, ano marcado pela chegada da pandemia da Covid-19, registou-se, no entanto, um aumento da maturidade média dos empréstimos para a casa, para 33,2 anos.

Notícia sobre:

Quase mil milhões de euros emprestados para a compra de casa em fevereiro

Os bancos continuam a mostrar disponibilidade para financiar a compra da casa, mesmo em tempos de pandemia da Covid-19. Em fevereiro de 2021, as novas operações de crédito à habitação aumentaram para 999 milhões de euros, um valor superior ao verificado no mês anterior (968 milhões de euros) e no período homólogo (919 milhões de euros). Em causa estão dados divulgados esta quarta-feira (31 de março de 2021) pelo Banco de Portugal (BdP).

Notícia sobre:
Freepik

Que poupanças é preciso ter para comprar uma casa em Portugal? (dados por capital de distrito)

Mesmo em tempos de pandemia, muitos portugueses querem comprar casa e, para isso, precisam de um crédito à habitação. E se os bancos, apesar da crise gerada pela Covid-19, têm-se mantido disponíveis para emprestar dinheiro para esta finalidade, ao contrário de outros tempos, já não dão financiamentos a 100%. Assim, para se conseguir a casa que se quer, é preciso ter um pé-de-meia, ou seja, dinheiro de parte para se dar de entrada -e para suportar os outros gastos associados à aquisição, nomeadamente impostos. O nível de poupanças necessário varia consoante a zona do país onde se quer comprar casa, atendendo aos preços médios dos imóveis. Uma análise do idealista - realizada em plena crise pandémica - mostra a taxa de esforço nas capitais de distrito de Portugal Continental e Ilhas.

Notícia sobre:

A tempestade perfeita que fez o negócio do crédito à habitação crescer em plena pandemia

A pandemia da Covid-19 deixou – e continua a deixar – marcas na economia, mas há um negócio que parece estar a sobreviver ao impacto da crise pandémica, o crédito à habitação: o financiamento para a compra de casas atingiu em 2020 um valor recorde no mercado nacional, tendo os bancos concedido um total próximo de 11,4 mil milhões de euros, atingindo níveis que já não se registavam há mais de uma década. Como é possível chegar a estes números em tempos de incerteza económica? É caso para dizer que estamos perante uma tempestade perfeita que está a permitir aos bancos manter aberta a torneira do crédito à habitação.

Notícia sobre: