Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Suíça vai ter pela primeira vez salário mínimo. São mais de 3.000 euros por mês...

Vista panorâmica sobre Neuchatel. / Wikimedia commons
Vista panorâmica sobre Neuchatel. / Wikimedia commons
Autor: Redação

A Suíça prepara-se para ter um salário mínimo, o que será histórico. O primeiro dos 26 cantões do país a adotar esta medida será o Cantão de Neuchatel, depois do Tribunal Federal suíço ter dado luz verde à medida. Quando entrar em vigor, os trabalhadores deste cantão suíço passarão a auferir um salário de 20 francos suíços (17,38 euros) por hora, ou seja, cerca de 3.480 francos (3.096 euros) por mês.

A título de comparação, o salário horário bruto em França é de 9,76 euros, escreve o Jornal Económico, citando a AFP.

Entretanto, e segundo o Euronews, a decisão judicial defende que a medida, ainda sem data para entrar em vigor, vai permitir que todos os trabalhadores ganhem o mínimo para sobreviver.

De referir que várias organizações económicas e entidades patronais lutaram contra a implementação da medida nos tribunais durante seis anos. Agora, e após esta decisão judicial, estão abertas as portas para que haja uma massificação de um salário mínimo na Suíça. Mas esta não é uma medida unânime: os cantões de Genebra, Vlaud e Valais, por exemplo, já recusaram, por referendo, a implementação de uma lei de salário mínimo, em 2014.