Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Maior produtor de petróleo do mundo quer duplicar preço da gasolina

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

Aumentar o preço da gasolina em 80% é o que está a equacionar fazer a Arábia Saudita. A medida em estudo pelo maior produtor de petróleo do mundo faz parte do seu plano para reduzir a forte dependência económica do "ouro negro", depois de queda de preços à escala global. Esta informação surge numa altura em que o país enfrenta a sua recessão mais forte desde a crise financeira, estando a colocar em prática reformas no setor energético para reajustar e impulsionar a sua economia.

O governo saudita, tal como relata a Lusa com base em fontes ouvidas pela Bloomberg, visa colocar o preço doméstico da gasolina em paridade com os restantes preços a nível internacional. Esta subida de 80% faria com que a gasolina atingisse um custo de 1,35 riyals (0,36 cêntimos) por litro.

Decisão até outubro

Espera-se que o executivo local tome uma decisão final sobre o plano em setembro ou outubro. Quanto a subidas de preço noutros produtos energéticos, o governo pretende adiar a decisão para o início de 2018.

O reino saudita subiu os preços pela primeira vez no final de 2015 e anunciou a intenção de realizar mais aumentos. Estas medidas serão acompanhadas de um programa de subsídios para ajudar os cidadãos a lidar com a subida de preços.