Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Venda de carros novos aumenta 32,8% face ao ano passado. E compram-se mais marcas de luxo

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

Nos primeiros seis meses do ano foram vendidos em Portugal 100.656 novos carros, mais 32,8% que no mesmo período do ano passado, ou seja, mais 24.865 ligeiros de passageiros. A compra de automóveis de marcas de luxo, como a Jaguar, a Maserati, a Aston Martin e a Lamborghini, também disparou.

Segundo o Dinheiro Vivo, que se apoia em dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), houve um crescimento de 31,2% do mercado automóvel, incluindo os comerciais e os pesados. A ACAP alerta, no entanto, que foram vendidos em junho apenas 24.203 veículos, menos 4% que a média média verificada nos últimos 15 anos. Em junho, foram vendidos 21.607 automóveis ligeiros de passageiros, mais 33,9% (5.332 unidades) que no período homólogo.

Helder Pedro, secretário-geral da ACAP, reconheceu que se assiste a uma tendência de recuperação do setor, o que permite uma aproximação ao valor médio de vendas do últimos 15 anos: 25.200 veículos.

O responsável considera que parte do crescimento das vendas no primeiro semestre está relacionado com o aumento da atividade turística, que levou a um incremento da compra de veículos de empresas de rent-a-car. A maior facilidade de acesso ao crédito e o crescimento nos índices de confiança dos consumidores também contribuíram para o aumento de vendas.

Vendidos 122 jaguares e 14 maseratis

O segmento de luxo também acompanha esta tendência de mercado. A marca que mais cresceu (32.6%) foi a Jaguar, tendo sido vendidos 122 carros em seis meses – só em junho as vendas duplicaram face ao mês homólogo.

No caso da Maserati, que esteve anos afastada de Portugal e só regressou em 2014, foram vendidos 14 carros, mais que em todo o ano passado. Já a venda de lamborghinis também disparou: foi vendido um em todo o ano de 2014 enquanto até junho deste ano foram transacionados três.