Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Nasce novo condomínio de luxo no Princípe Real, com assinatura de Souto de Moura

Autor: Redação

Um inovador projeto imobiliário está a nascer no Princípe Real, no centro de Lisboa, pela mão da EastBanc. Com a assinatura do arquiteto vencedor de um Prémio Pritzke Eduardo Souto de Moura, o Palácio Faria é o primeiro projeto de um conjunto de edifícios que a empresa de desenvolvimento e gestão imobiliária, fundada por Anthony Lanier, com sede em Washington DC, vai desenvolver na capital portuguesa, sobretudo nas zonas do Princípe Real, Av. da Liberdade e Praça da Alegria.

Com o claim Exotic Taste. Extraordinary Space. o Palácio Faria visa posicionar-se como um condomínio de habitação de luxo com apenas 6 apartamentos, um por piso, em que uma das principais caraterísticas é a amplitude do espaço, já que os apartamentos têm entre 221 e 391m2 de área bruta e pés-direitos entre 2,90 e 4,45m de altura. A sua conclusão está prevista para o verão de 2017.

"A colocação de uma enorme tela de 18m por 9m, a cobrir a fachada do edifício é o mote para uma campanha de comunicação inovadora, que posiciona a EastBanc como um promotor distinto e arrojado", diz a empresa em comunicado, explicando que a tela, criada pela Uzina, é a "primeira peça de uma estratégia de comunicação que vem revolucionar o setor imobiliário já que não se foca simplesmente na venda tradicional, com as respetivas tipologias e aspetos técnicos".

A EastBanc internaiconal, segundo escreve o IMOnews, especializou-se no crescimento do valor a longo prazo de ativos comerciais e residenciais, através da transformação de edifícios históricos em propriedades exclusivas, com conceitos inovadores, de arquitetura moderna, respeitando sempre a sua estrutura e características originais, assim como o caráter do bairro em que se inserem.