Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Plano de expansão do Lidl passa por mais investimento no imobiliário

Hipersuper
Hipersuper
Autor: Redação

A cadeia alemã de supermercados Lidl continua fortemente ativa no investimento em imóveis destinados à abertura de novos estabelecimentos e/ou centros logísticos - seja através de compra, arrendamento ou direito de superfície. Prova disso são os negócios que acaba de fechar: compra de um lote de terreno junto à antiga sede da SIC, em Carnaxide; celebração de um novo projeto urbanístico perto da Quinta do Paraíso, em Setúbal, e contrato de subconcessão para as estações de comboio de Sete Rios e Entrecampos, Lisboa.

No caso do terreno de Carnaxide, o Lidl pagou cerca de 3,2 milhões de euros ao grupo Impresa. O negócio tinha sido comunicado em março do ano passado, mas só em 2019 foi concretizado.

O supermercado que vai ali nascer é uma das lojas da cadeia de supermercados germânica que poderão abrir este ano, integrado no plano de expansão da cadeia alemã para a Grande Lisboa.

Recentemente abriram as lojas do Lidl em Sete Rios e Entrecampos, Lisboa, sendo que foram estas as duas estações escolhidas pela empresa de distribuição para abrir pontos de venda ao abrigo do contrato de subconcessão estabelecido com a IP – Infraestruturas de Portugal para a reabilitação. 

A pesar na escolha esteve o facto de ambas as gares intermodais de transportes serem servidas por comboios da CP e Fertagus, com ligação mecânica subterrânea ao Metropolitano de Lisboa e várias carreiras da Carris, passando por ali 18 milhões de passageiros por ano.

Por outro lado, foi também inaugurada uma loja do Lidl em Casal de Cambra, no concelho de Sintra.

E os planos de expansão não ficam por aqui. A Câmara Municipal de Setúbal aprovou este mês, a celebração de um contrato com o Lidl para a construção de uma nova loja na zona da Quinta do Paraíso. A proposta urbanística prevê a demolição do atual edifício do Lidl, cujo acesso é feito através da Avenida de Moçambique, e a construção de uma nova loja. Esta terá uma área de implementação diferente e terá maior dimensão.

O projeto contempla ainda a execução de um arruamento pedonal que inclui uma nova bolsa de estacionamento automóvel, que é dotado de redes elétrica e de drenagem de águas fluviais. Além destes aspetos, o projeto conta ainda com o arranjo paisagístico da zona.