Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Crowdfunding imobiliário: “Querido, Investi numa Casa!” permite investimentos a partir de 50 euros

Afiliada do “Querido Mudei a Casa”, é a primeira plataforma de financiamento colaborativo com selo da CMVM.

Photo by Austin Distel on Unsplash
Photo by Austin Distel on Unsplash
Autor: Redação

Há uma nova plataforma de crowdfunding a operar no mercado imobiliário português. Chama-se "Querido Investi numa Casa!" (QIC!) e é direcionada para os pequenos investidores e aforradores que queiram investirem diretamente em ativos imobiliários, a partir de 50 euros.

Autorizada pela Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), - a plataforma afiliada do “Querido Mudei a Casa” foi a primeira a ter o selo do regulador nacional - propõe taxas entre os 4% e os 9%, sempre com uma garantia real hipotecária sobre o imóvel para a segurança dos investidores.

“As oportunidades de investimento selecionadas são apresentadas na plataforma, acompanhadas com uma descrição detalhada, com fotos e com uma análise de rentabilidade indicativa, tendo por base um conjunto de pressupostos normalmente adotados pelos operadores profissionais da industria”, lê-se no site do projeto.

Investimentos com selo da CMVM e sem comissões 

A QIC! diz que não cobra comissões aos investidores. É remunerada por via de cobrança ao benefício-promotor de uma taxa em caso de concretização efetiva da angariação do capital pretendido. “A rentabilidade média da plataforma até ao momento é de 4,0% e já houve lugar a pagamento de juros da primeira oportunidade Kinetic I lançada por um Promotor de Vila Nova de Gaia”, refere a nota impresa.

“A plataforma financia até 85% do valor de aquisição do imóvel e 100% do valor das obras sendo necessário para tal a submissão de informação cadastral do imóvel, IES do promotor, projeto ou imagens tridimensionais do que está idealizado/aprovado para o imóvel e uma avaliação desenvolvida por um perito independente da plataforma registado na CMVM”, acrescenta ainda.

Atualmente, a QIC! tem duas oportunidades fechadas. A primeira a Atlasquare I, que visa angariar e conceder à sociedade Atlasquare Lda um financiamento – na forma de empréstimo mútuo – de 74.000 euros [100% já financiados], que vence juros à TANB de 5% ao ano, e a segunda, Kinetic Treasure I, tendo em vista a remodelação de apartamento para venda, que apresentava uma taxa de juro anual fixa e garantida de 4% ao ano, e que também já ultrapassou os 100% de subscrição.