Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Fábrica Confiança em Braga colocada à venda por hasta pública em fevereiro

Caderno de encargos prevê manutenção da antiga volumetria e construção, nos terrenos adjacentes, de uma residência universitária.

Câmara Municipal de Braga
Câmara Municipal de Braga
Autor: Redação

A antiga fábrica Confiança, em Braga, vai ser colocada à venda no mercado por um valor base de 3,6 milhões de euros, através de uma hasta pública agendada pela autarquia para o dia 14 de fevereiro de 2020. Desenhada por José da Costa Vilaça e inaugurada em 1921, esta unidade fabril produziu perfumes e sabonetes até 2005. Em 2012, foi adquirida pela câmara, então presidida pelo socialista Mesquita Machado.

"Após a aprovação do Pedido de Informação Prévia (PIP) que contou com parecer favorável do Conselho Nacional de Cultura, o Município elaborou um caderno de encargos que, além de salvaguardar integralmente a volumetria da antiga fábrica, prevê a construção, nos terrenos adjacentes, de um novo edifício destinado exclusivamente a residência universitária", revela a Câmara Municipal de Braga em comunicado.

O documento, que está disponível para consulta no Balcão Único e no site da Autarquia, prevê ainda a criação no edifício principal de um centro interpretativo/museu da memória da Confiança e serviços de apoio ao alojamento para estudantes.

"Com esta estratégia arquitetónica será possível repor a integridade do antigo edifício, salvaguardando-se a memória e o espaço da Via Romana XVII, e retomar a Rua do Pulo que havia sido interrompida no passado com a ampliação das instalações fabris", pode ler-se na mesma nota.

Depois de ter chegado a ser aberto um concurso de ideias para o edifício, a sua venda, por alegada falta de fundos disponíveis para a sua reabilitação por parte da autarquia, foi aprovada em setembro de 2018, pela maioria PSD/CDS-PP/PPM.