Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mercado do Bom Sucesso vai para obras com novos donos - Amorim e Sonae juntas

A gestão do emblemático edifício do Porto estava concessionada pela autarquia à Mota-Engil, por 50 anos.

Manuelvbotelho@wikipedia
Manuelvbotelho@wikipedia
Autor: Redação

Localizado na zona portuense da Boavista, o Mercado do Bom Sucesso tem novos donos. A empresa do grupo Luísa Amorim, uma das três filhas do empresário falecido Américo Amorim, e o "braço" do grupo da família Azevedo para os centros comerciais aliaram esforços, numa joint-venture, para assumir a gestão do emblemático edifício do Porto. Melhorar a imagem e o conforto do espaço são objetivos traçados pela nova concessão.

“Esta parceria estratégica entre a Sonae Sierra e a Mercado Prime representa um reforço do compromisso de ambas as empresas com a cidade do Porto, e pretende colocar à disposição dos portuenses um local mais atrativo, com uma oferta reforçada na área de de food & beverage e outros novos serviços, relacionados com as diversas atividades económicas locais”, refere a nova gestão do espaço em comunicado.

Em conjunto através da nova sociedade, as duas empresas prometem agora avançar com obras que requalifiquem "a oferta comercial disponível e melhorando a operação, garantindo o estrito cumprimento do caderno de encargos existente”, dando nota que “as adaptações e melhorias serão desenvolvidas respeitando a essência do mercado e em articulação e diálogo com a Câmara Municipal do Porto, proprietária do edifício, e outras partes interessadas”.

Edifício inclui hotel

Projetado em 1949 pelos Arquitetos Fortunato Leal, Cunha Leal e Morais Soares, por encomenda da Câmara do Porto, o Mercado do Bom Sucesso foi inaugurado em 1952, tendo sido classificado como Monumento de Interesse Público em 25 de janeiro de 2011, no dia em que a autarquia assinou o contrato de concessão do edifício a privados.

A empresa gestora deste complexo comercial estava agora nas mãos do grupo Mota-Engil, que a tinha adquirido, em 2011, à Eusébios, construtora à qual, dois anos antes, a Câmara do Porto tinha cedido o direito de superfície do espaço por 50 anos, tal como recorda o Jornal de Negócios.

Renovado o edifício, que incluiu a construção de uma unidade hoteleira, o Hotel da Música, o Mercado do Bom Sucesso reabriu a 14 de junho de 2013 com 44 bancas no centro do espaço, 14 lojas nos corredores e 12 espaços dedicados à venda de produtos frescos.