Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

É oficial: salário mínimo nacional sobe para 557 euros a 1 de janeiro

Gtres
Gtres
Autor: Redação

O salário mínimo nacional (SMN) vai aumentar dos atuais 530 euros para os 557 euros no dia 1 de janeiro de 2017. E deverá chegar aos 580 euros, em 2018, antes de chegar aos 600 euros, em 2019, conforme o compromisso assumido pelo Governo. O novo valor para o próximo ano foi acordado com o Executivo esta quinta-feira em sede de Concertação Social, sem a CGTP, a par da redução da TSU em 1,25 pontos percentuais para os empregadores.

"O mais importante foi o compromisso para apoiar a fixação do SMN em 557 euros a 01 de janeiro, mas este compromisso tem outros pontos igualmente importantes, nomeadamente, para que, em 18 meses, seja garantido o estímulo à negociação coletiva não utilizando o princípio da caducidade dos contratos coletivos", disse o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, citado pela Lusa.

A redução da Taxa Social Única (TSU) para as empresas que pagam o salário mínimo vai, segundo o governante, custar 40 milhões de euros à Segurança Social em 2017, mas é um impacto que será "positivo".

De acordo com o terceiro relatório sobre o impacto da subida do salário mínimo, apresentado pelo Governo aos parceiros sociais, em setembro deste ano, cerca de 21% dos trabalhadores em Portugal, ou seja, 648 mil, recebiam o salário mínimo nacional, recorda a agência de notícias.