Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Salário Mínimo Nacional

Últimas notícias sobre "Salário Mínimo Nacional" publicadas em idealista.pt/news

Salários mínimos na UE em tempos de pandemia: Portugal a meio da tabela (776 euros brutos)

Em janeiro de 2021, ou seja, em plena pandemia da Covid-19, o salário mínimo bruto em vigor nos 21 Estados-membros da União Europeia (UE) variava, onde vigora, entre 332 euros, na Bulgária, e 2.202 euros, no Luxemburgo. Portugal surge em 12º lugar (776 euros). Em causa estão dados divulgados recentemente pelo Eurostat.

Notícia sobre:

Salários mínimos em tempos de pandemia sobem ou descem? Em Portugal aumentou 4,2%

Os salários mínimos sobem ou descem em tempos de pandemia da Covid-19? Em muitos países, como por exemplo em Portugal, o Salário Mínimo Nacional (SMN) subiu 4,2%, de 592 euros líquidos em 2020 para 656 euros líquidos em 2021. Portugal é, num ranking de 53 países, o 23º da lista onde se registou um maior aumento do SMN.

Notícia sobre:

Salário mínimo em 2021 vai subir para 665 euros

O Salário Mínimo Nacional (SMN) vai subir 30 euros no próximo ano, para os 665 euros brutos mensais. Para fazer face a esta decisão, o Governo vai criar um apoio para compensar as empresas pelo acréscimo dos encargos na Taxa Social Única (TSU) decorrente da subida da retribuição mínima garantida. A medida foi confirmada e comunicada pelo Executivo a sindicatos e patrões numa reunião de concertação social, esta quarta-feira, 9 de dezembro.

Notícia sobre:

Salário mínimo em Genebra passa a 3.785 euros/mês - como é noutros pontos do mundo?

O novo salário mínimo da cidade suíça de Genebra, uma das metrópoles mais caras do mundo – a Suíça não tem um salário mínimo nacional – passou recentemente a 3.785 euros por mês, bem mais que o que está em vigor na Austrália (2.180 euros), país que regista o segundo maior salário mínimo do mundo. A nível europeu, o valor pago aos trabalhadores de Genebra será muito superior ao praticado em países como Luxemburgo (2.141 euros) e Alemanha (1.584 euros). E no resto da Europa, como será?

Notícia sobre:

Salário Mínimo Nacional vai continuar a subir até 2023 - confirma Governo

O Governo mantém o objetivo de aumentar o Salário Mínimo Nacional (SMN) de forma progressiva, dos 635 euros para 750 euros em 2023, no projeto de proposta de lei das Grandes Opções do Plano (GOP) para 2021. Este ano, recorde-se, o SMN subiu de 600 para 635 euros.

Notícia sobre:

Novas regras do subsídio de desemprego e salário mínimo nacional ficam para mais tarde

Apesar de o tema do aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN) não constar da agenda da reunião da Concertação Social desta quarta-feira, 2 de setembro de 2020, os líderes da UGT e da CGTP colocaram-no em cima da mesa, sublinhando a necessidade de a remuneração mínima ser reforçada em 2021. Mas a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, considera que este ainda não é o momento para se avaliar e discutir valores. O que ainda também está em preparação são as regras para facilitar acesso ao subsídio de desemprego que, para já, não mudaram.

Notícia sobre:

O salário mínimo líquido em Portugal e no mundo em 2020 – e o que mudou (ou não) face a 2019

O Salário Mínimo Nacional (SMN) subiu de 600 para 635 euros no primeiro dia de 2020, uma medida que deverá aranger 720 mil trabalhadores. Mas quanto é que um trabalhador português ganha, após descontos, em termos líquidos? São 565 euros, mais 5,8% que os 534 euros em vigor em 2019.

Notícia sobre:

Isenção de IRS deve subir em 2020 – contemplando quem ganhe novo salário minimo

Os contribuintes que recebam até 9.224,2 euros por ano (660 euros por mês, a dividir por 14) podem ficar isentos de IRS em 2020, devido à subida do mínimo de existência que decorrerá da atualização do Indexante de Apoios Sociais (IAS). Ou seja, quem ganhar o salário mínimo proposto pelo Governo para o próximo ano, 635 euros – a medida deve ser aprovada esta quinta-feira em Conselho de Ministros –, continuará a não pagar IRS.

Notícia sobre: