Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

5 dicas para tornar mais fácil o regresso ao trabalho após as férias

Gtres
Gtres
Autor: Redação

O regresso ao trabalho após as férias é sempre doloroso. Voltam as rotinas e o stress e a cabeça ainda está, muitas vezes, fora do escritório. Pelo meio a caixa de correio está “descontrolada”. No fundo, o fim das férias é uma espécie de regresso às aulas para os adultos, que precisam de voltar a por mãos à obra. Se te encontras nesta situação, damos-te algumas dicas para que voltar a trabalhar seja “mais fácil”.

Em causa está um artigo do Observador que agora resumimos com cinco conselhos deixados por Luíz Gonzaga, coach certificado em “Inteligência Espiritual” pela Deep Change e o responsável pela formação em “Produtividade com Inteligência” na empresa Full Fill. Ora vê:

1 – Regressa a casa um dia antes das férias acabarem

Voltar num sábado em vez de num domingo pode diminuir o impacto do primeiro dia de trabalho. Experimenta fazê-lo!

2 – Aproveita o primeiro dia de trabalho

É importante “não estragar as férias logo na primeira manhã” de trabalho, recomenda o especialista. “No primeiro dia faça por reter na memória a melhor lembrança das férias. A ideia não é ficar de ressaca, antes prolongar o bom humor por mais um tempo, antes de ser atropelado pelo trabalho”, diz Luíz Gonzaga.

3 – Arruma a secretária, mas não a caixa de email

Um estudo conclui que quanto mais organizada está a secretária, mais motivados e concentrados estamos. A ser verdade, é um conselho válido em período pós-férias. Se arrumar a secretária é importante, por em dia a caixa de correio deve levar o seu tempo. “Se num dia normal devemos ler a caixa de email apenas três ou quatro vezes, no primeiro dia de férias, logo pela manhã, os emails são para esquecer”, aconselha o responsável.

4 – Não mergulhes logo no trabalho

Faz pausas regulares, que incluam meter a conversa em dia com os colegas e resistir a fazer mais do que uma tarefa ao mesmo tempo. Comer à secretária nunca deve acontecer: é um momento de descanso mental que tem de ser aproveitado.

5 – Sai a horas

Não é novidade para ninguém que o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal é fundamental, sobretudo após um período de descanso. Luíz Gonzaga é claro: “É preciso sair-se cedo para não sobrecarregar, para manter os níveis de stress reduzidos. Não é para estragar tudo logo no primeiro dia”.