Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Trabalhar

Últimas notícias sobre "Trabalhar" publicadas em idealista.pt/news

Como é que as pessoas passam o tempo?

Um dia tem 24 horas, ou seja, 1.240 minutos. Já perdeste um desses minutos a fazer o simples exercício de pensar quanto tempo demoras a fazer determinada tarefa ao longo do dia? A imagem que te apresentamos permite ter uma visão global de como as pessoas gastam o seu tempo. Fica a saber que, em média, um português dorme oito horas e 26 minutos. 

Notícia sobre:

Trabalhar em 2021: os perfis digitais mais procurados este ano são...

O “mundo” do trabalho mudou com a pandemia da Covid-19. As profissões relacionadas com o marketing digital ganham terreno e tendem, cada vez mais, a não passar ao lado de quem está a recrutar. Segundo a empresa de automação de marketing Selligent Marketing Cloud, é possível prever quais são os perfis digitais com mais projeção em 2021. “Atualmente, a comunicação digital é primordial. É importante oferecer planos de marketing bem estruturados, com foco no mundo digital em que atuamos”, diz, em comunicado, Pablo Rueda, Partner Manager da empresa.

Notícia sobre:

Flexibilidade laboral vira moda no pós-pandemia: 92% dos líderes nacionais perspetiva este cenário

A pandemia da Covid-19 “obrigou” muitos portugueses a trabalhar a partir de casa, um cenário que parece ter vindo para ficar, com a flexibilidade laboral a ganhar força nos últimos tempos. E tudo indica que se deverá manter no futuro. Os números são reveladores desta tendência: em 2019, apenas 15% das empresas em Portugal indicava ter um regime flexível, bem menos que os 86% registados este ano. E mais: 92% dos líderes nacionais preveem a permanência deste modelo na fase pós-pandemia. Estas são algumas das conclusões de um estudo realizado pela Microsoft com a Boston Consulting Group e a KRC Research, realizado em 15 países europeus, incluindo Portugal.

Notícia sobre:

Teletrabalho? Truques para instalar um escritório em casa e ser profissional em plena pandemia

Confinamento, isolamento, quarentena, teletrabalho. Todas estas palavras passaram a fazer parte do dicionário dos portugueses nos últimos tempos, na sequência da pandemia do novo coronavírus. Certo é que quase um quarto das pessoas está a trabalhar a partir de casa, de forma a evitar o contágio da Covid-19. Neste artigo, preparado pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news, damos algumas dicas para instalar um escritório em casa, de forma a manteres o profissionalismo. 

Notícia sobre:

Teletrabalho e videochamadas? Há uma solução criativa que permite “camuflar” a realidade da casa

Teletrabalho significa para muitas pessoas ter de fazer videochamadas a partir de casa, do escritório, da sala etc. Uma consequência da pandemia do novo coronavírus e do consequente estado de emergência nacional. Quer isto dizer que a porta do lar fica aberta a outras pessoas, colegas de trabalho ou não. Mas calma, há uma forma de mostrar “ao mundo” uma casa limpa e arrumada, o que pode ajudar a “camuflar” a realidade.

Notícia sobre:

Sucesso a trabalhar em casa? Estas 7 dicas ajudam a gerir equipas remotas

Trabalhar a partir de casa – para quem pode e/ou consegue – é nos dias que correm uma ordem, por causa da pandemia do novo coronavírus. Mas como liderar ou gerir uma equipa à distância, ou seja, de forma remota? Estas sete dicas podem ajudar nesta tarefa.

Notícia sobre:

Estas apps permitem comunicar com o exterior desde casa: seja por trabalho ou motivos pessoais

Teletrabalhar é por estes dias uma das palavras mais usadas pelos portugueses. A par de coronavírus e/ou Covid-19, sendo que a inevitabilidade de trabalhar a partir de casa é uma consequência da pandemia. A tecnologia é por esta altura uma grande aliada, por isso damos-te a conhecer cinco aplicações (apps) que podem fazer toda a diferença na hora de contactar com colegas de trabalho, amigos e familiares.

Notícia sobre:

Coronavírus: funcionários públicos em teletrabalho ou quarentena mantêm salário

Os funcionários públicos que trabalhem em teletrabalho ou que fiquem em quarentena por causa do novo coronavírus – há um caso confirmado no país e um segundo que aguarda validação – não terão perda de retribuição salarial. 

Notícia sobre: