Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Loteamento da Efanor vendido pela Sonae à Grandavenue72 por 30 milhões

Construir
Construir
Autor: Redação

Com 104.785 metros quadrados (m2) de área bruta de construção acima do solo, “loteamento Efanor”, em Matosinhos, era um dos ativos de maior valor no portefólio imobiliário da Sonae Capital. Agora, a empresa decidiu vendê-lo à Grandavenue72 – Sociedade Imobiliária, S.A., dentro da estratégia de desinvestimento em ativos não estratégicos ('non-core'). O negócio foi fechado em 30 milhões de euros.

A Sonae Capital, agora liderada por Miguel Gil Mata - que chegou para substituir Cláudia Azevedo na presidência executiva - detinha no final de setembro de 2018 ativos imobiliários no valor de 420,5 milhões de euros, tendo tido esta operação um impacto positivo de dois milhões de euros no seu capital próprio.  

O valor de 30 milhões de euros, segundo a Sonae Capital será pago em três tranches de 10 milhões de euros. A primeira tranche foi paga à data ontem; e a segunda e terceira tranches, de igual montante, serão pagas até ao primeiro e segundo aniversários da transacção, respetivamente.

"A venda deste ativo imobiliário enquadra-se na estratégia da Sonae Capital de venda de ativos não core, com a finalidade de financiar novas oportunidades de investimento, potenciar o crescimento do seu portefólio e manter uma estrutura de capital adequada à tipologia de negócios e activos detidos pelo Grupo", explica a Sonae Capital no comunicado enviado esta quinta-feira, 15 de novembro de 2018, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). 

A alienação do "loteamento da Efanor" - cuja grande maioria da área está destinada a construção residencial, havendo ainda uma parcela prevista para serviços - acontece depois de no primeiro semestre, a Sonae Capital ter anunciado o acordo de promessa compra e venda da UNOP 3, em Tróia, por 20 milhões de euros. Também em Tróia, a empresa já tinha anunciado em 2016, os acordos para venda das UNOPs 7,8 e 9 ao grupo ROSP, por 50 milhões de euros.

A Grandavenue72, com sede na Foz do Douro, no Porto, é uma sociedade de gestão e administração de imóveis próprios e alheios, compra, venda e arrendamento de imóveis e revenda dos adquiridos para esse efeito, promoção imobiliária, consultoria imobiliária e prestação de serviços conexos a essas atividades.