Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ex-futebolista do FCP vai ser julgado por crimes de burla qualificada em negócios de construção

Autor: Redação

O antigo jogador do FC Porto Agostinho Caetano, que depois de terminar a carreira de futebolista dedicou-se a negócios ligados à construção civil, vai ser julgado por dois crimes de burla qualificada, por decisão de um juiz de instrução de Marco de Canaveses. O ex-atleta terá lesado um casal (Agostinho e Nazaré Melo) em 400 mil euros.

Segundo o Correio da Manhã, trata-se de um caso que já se arrasta nos tribunais desde 2010, tendo o ex-futebolista enganado o referido casal de idosos num negócio. 

Em causa está o facto de Agostinho Caetano ter contratado uma empresa de terraplanagem do casal para uma empreitada cujo valor ultrapassava um milhão de euros. Pagou 600 mil euros e ficou a dever 400 mil euros, tendo proposto ao casal entregar-lhes dois apartamentos no Porto, mas as escrituras dos mesmos foram sempre sendo adiadas.

O ex-futebolista fechou entretanto as empresas e nunca chegou a pagar os 400 mil euros ao casal, escreve a publicação.