Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Facebook resiste ao Brexit e abre nova sede em Londres

Mark Zuckerberg, presidente e fundador do Facebook
Mark Zuckerberg, presidente e fundador do Facebook
Autor: Redação

Muitas multinacionais e bancos têm vindo a dar a conhecer a intenção de abandonar o Reino Unido, e sobretudo Londres, depois do Brexit. Mas o Facebook (a par da Google, por exemplo) não faz parte da lista dos "incomodados" com a decisão dos britânicos abandonarem a Comunidade Europeia (CE) e decidiu, inclusivamente, abrir uma nova sede na capital inglesa no próximo ano.

O novo investimento da dona da maior rede social do mundo foi revelado no âmbito da conferência anual da maior organização patronal britânica, CBI (Confederação das Indústrias Britânicas).

O grupo, segundo noticia a Lusa, indicou que a abertura da nova sede vai aumentar a força laboral britânica para 1.500 pessoas, acrescentando que o Reino Unido "continua a ser um dos melhores lugares para uma empresa de tecnologia".