Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Torres de Lisboa compradas por magnata francês

www.torresdelisboa.com
www.torresdelisboa.com
Autor: Redação

Parte do centro de escritórios Torres de Lisboa foi comprada pelo grupo Castel, do milionário francês Pierre Castel. A operação foi fechada em 100 milhões de euros, envolvendo a venda de quatro edifícios, duas torres de 16 pisos cada e mais dois de cinco pisos cada, localizadas na Estrada da Luz, junto à Segunda Circular. Os prédios pertenciam à ECS, sociedade gestora que se dedica a resgatar empreendimentos ou imóveis em situação de incumprimento junto da banca ou em insolvência.

Os ativos agora comprados pelo magnata francês, segundo conta o Expresso que avança com a notícia, estão arrendados quase na totalidade com contratos de longa duração e a empresas de renome como é o caso do Cetelem, o BPI, a Manpower, o British Hospital ou, mais recentemente, o “Diário de Notícias” e a TSF (Global Media Group).

Antes de estarem nas mãos da ECS, estes imóveis pertenceram à espanhola Chamartín, a antiga dona dos centros comerciais Dolce Vita, que entrou em insolvência em 2015.

De fora do atual negócio, de acordo com o jornal, ficaram os restantes edifícios que estão ocupados pela Galp Energia, sendo que uma das torres pertence à petrolífera e a outra, a Torre A, pertence à empresa espanhola Merlin que a comprou o ano passado juntamente com o centro comercial Monumental.

Quem é este milionário que já investiu mais de 400 milhões em Portugal?

Com a compra destes quatro edifícios, Pierre Castel reforça o portfólio de escritórios que já detém em Portugal. O bilionário francês já é dono do Campus da Justiça, no Parque das Nações; do edifício sede da Nos, no Campo Grande, e de uma das Torres do Colombo, e agora junta-lhe mais estes quatro edifícios no centro empresarial Torres de Lisboa, considerado um dos melhores da cidade.

Desta forma, o francês torna-se proprietário de quatro empreendimentos de peso na capital e o montante já investido em Portugal ascende já a 420 milhões, pelas contas do Expresso.

Pierre Castel é um empresário francês considerado um dos homens mais ricos de França, com uma fortuna avaliada em mais de 11 mil milhões (dados de 2017). É, tal como indica o jornal, dono do Castel Group, fundado em 1949 em Bordeaux, pela família Castel, atualmente uma das maiores produtoras de vinho, cerveja e refrigerantes.

Além de França, o grupo tem também uma presença muito marcada em África, onde é proprietário de vinhas e plantações de cana de açúcar para o negócio dos refrigerantes. Apesar do crescimento do negócio das bebidas, desde 2013 que o grupo Castel tem estado a investir em imobiliário através de um fundo criado em Singapura, contando já com vários imóveis em Portugal (onde os seus investimentos já superam os 400 milhões) e também em Espanha.