Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

sector da construção pede antecipação de verbas do qren

cpci afirma que estão em causa 14,8 mil milhões de euros de fundos que não foram utilizados
Autor: Redação

a confederação portuguesa da construção e do imobiliário (cpci) reivindicou a antecipação e a readaptação das verbas do qren, afirmando ser uma das únicas vias para dinamizar o sector, porque o "estado não tem dinheiro", cita a agência financeira. a cpci foi recebida quarta-feira pelo secretário de estado adjunto da economia e do desenvolvimento regional, antónio almeida henriques, e reivindicou ao governante o reajustamento do quadro de referência estratégico nacional (qren), defendendo a antecipação e readaptação dos fundos

o presidente da cpci, reis campos, disse à lusa que estão em causa "14,8 mil milhões de euros de fundos que não foram utilizados", uma verba que é "quase uma das únicas vias de investimento", uma vez que "não há um cêntimo para fazer adjudicações", disse o responsável