Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Reis Campos

Últimas notícias sobre "Reis Campos" publicadas em idealista.pt/news

Construção continua a crescer: faturou 10,8 milhões no estrangeiro em 2018

O setor português da construção está a atravessar um bom momento. Depois dos anos “negros”, parecem ter chegado os dias de glória: o volume de negócios internacional atingiu no ano passado os 10,8 milhões de euros.

Notícia sobre:

Reis Campos vai continuar a liderar a Confederação da Construção e Imobiliário

Reis Campos vai manter-se na liderança da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) até 2021. O atual presidente da organização vai dirigir a entidade no próximo triénio.

Notícia sobre:

Indefinições na nova lei levam ao aumento dos concursos que ficam desertos

O presidente da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN) adianta, em entrevista as idealista/news, que “têm vindo a público notícias que dão conta de donos de obra que se viram obrigados a lançar novos concursos”. Isto porque os anteriores não receberam qualquer proposta. E ficaram desertos devido às “indefinições do ‘novo’ Código dos Contratos Públicos (CCP)", revela Reis Campos.

Notícia sobre:
Manuel Reis Campos, presidente da AICCOPN / AICCOPN

“Centro de Arbitragem da Construção visa resolver conflitos e atenuar morosidade da Justiça”

Manuel Reis Campos, presidente da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), destaca, em entrevista ao idealista/news, a importância do alargamento de atividade do Centro Nacional de Arbitragem da Construção, cuja direção será conhecida em breve.

Notícia sobre:

Reis Campos: “Este é o momento certo para recuperar as cidades”

A reabilitação urbana veio para ficar. Continua a agitar e a animar o setor da construção, atraindo investimento de várias frentes. O bom momento que atravessa o setor é, para Reis Campos, presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), “um reflexo da dinâmica que a reabilitação assume em Portugal”.

Notícia sobre:

AICCOPN desafia Governo a rever "de imediato” tributação “injusta e excessiva” do imobiliário

O Governo deve rever “de imediato” a tributação do imobiliário. Esta é a exigência da Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), para quem os impostos cobrados são “injustos e excessivos” e que dão origem a “incongruências graves”.

Notícia sobre:

Bolha imobiliária? "O que houve foi uma venda elevada do património”, diz CPCI

O presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), Manuel Reis Campos, rejeita o cenário de bolha imobiliária. O responsável defende que os preços nos centros das cidades foram inflacionados, mas que “não são o espelho do país”. Para o responsável "esse mercado terminou".

Notícia sobre:

“Temos de acabar com o trabalho clandestino”, defende Reis Campos

O setor da construção está desregulado e permeado pela clandestinidade, de acordo com a posição defendida por Reis Campos. Segundo o presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI), o setor, que precisa de maior fiscalização, enfrenta agora um novo problema: a falta de mão de obra. A construção precisa de pelo menos 70.000 trabalhadores, garante o responsável.

Notícia sobre:

Incêndios: construção reage a críticas e diz estar “pronta” para dar resposta ao país

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) admitiu fazer um concurso internacional para reconstruir casas afetadas pelos incêndios de 15 de outubro, por eventual falta de capacidade da construção civil nacional. A CCDRC levantou dúvidas e o presidente da AICCOPN já reagiu, garantindo que o setor está pronto para dar resposta às necessidades do país.

Notícia sobre:

Clandestinidade e concorrência desleal são os maiores problemas da construção

Depois de um longo período de crise, o setor da construção começou a recuperar o fôlego. Mas os problemas que agora enfrenta já não se prendem com a falta de obras e dificuldades de crédito, mas sim com a proliferação da concorrência desleal e clandestinidade. Há muitas empresas e trabalhadores por conta própria que estão no terreno a prestar serviços à margem do mercado, sendo no segmento da reabilitação urbana que o problema da economia paralela surge com maior força.

Notícia sobre: