Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

obras ilegais no santuário de fátima

situação foi detectada numa fiscalização do município de ourém
Autor: Redação

o santuário de fátima fez obras ilegais e já foi alvo de uma fiscalização da câmara de ourém, que detectou espaços a funcionar sem licença, nomeadamente uma zona de quartos com centenas de camas para albergar jovens

 

segundo o i online, a polémica começou há dois anos quando o santuário decidiu remodelar o centro pastoral paulo vi e viu indeferido o pedido, já que, argumentou a autarquia, a lei actual “não permite construir quartos abaixo da cota soleira” (ou seja, em pisos subterrâneos). perante esta recusa, o santuário de fátima entregou outro projecto, que no lugar dos quartos previa uma zona para arrumações

 

a alteração permitiu à câmara de ourém aprovar a remodelação, mas a obra acabou por ser feita com base no projecto chumbado. “qual não é o nosso espanto quando detectámos que a obra tinha sido feita com o projecto inicial. tinham sido apresentadas duas plantas à câmara e esse novo projecto previa arrumos”, diz ao mesmo jornal o vereador da câmara de ourém, nazareno do carmo

 

a situação foi detectada numa fiscalização do município, que, conta o vereador com o pelouro de fátima, verificou que o espaço “não tinha licença de utilização”