Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Icónico edifício Villa Longa em Paço de Arcos reabilitado para habitação jovem

Câmara Municipal de Oeiras
Câmara Municipal de Oeiras
Autor: Redação

A Câmara de Oeiras arrancou ontem, dia 13 de junho de 2019, com as obras de recuperação do Villa Longa. Em causa está o sexto e maior edifício a ser reabilitado em Paço de Arcos no âmbito do programa de Habitação Jovem do município da Grande Lisboa. A autarquia presidida por Isaltino de Morais vai investir dois milhões de euros nesta reabilitação, cuja obra foi entregue à empresa Loviril.

No total, a Câmara Municipal já investiu 8,7 milhões de euros na aquisição e reabilitação de casas no âmbito do Programa Habitação Jovem. Nos próximos anos, a autarquia afirma ir investir 6 milhões de euros na reabilitação dos prédios já adquiridos em Paço de Arcos, Algés, Oeiras, Dafundo, Carnaxide e Porto Salvo.

32 casas para jovens 

O “imponente edifício Villa Longa é um dos mais significativos no concelho de Oeiras, pela sua excepcional presença no território e valor arquitectónico”, indica a autarquia.

Com uma área de construção de 2277m2, as tipologias de grande dimensão, características da época da sua construção (1910), vão ser reconvertidas em 32 fogos – 22 T1 dez T0. A antiga garagem irá manter o seu uso.

De planta rectângular, com quatro pisos e águas furtadas, o “robusto edifício desenvolve-se num único volume em forma de paralelepípedo”. Sendo de autor desconhecido, o edifício localizado no número 3-5 da Travessa do Villa Longa, evidencia traços híbridos entre o espírito neoclássico e a arquitectura Arte Nova, com a utilização do arco abatido e as janelas-frestas de gosto revivalista.