Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Governo japonês cancela construção do estádio dos JO Tóquio 2020 por excesso de custos

Autor: Redação

O governo japonês decidiu cancelar a construção do estádio olímpico para os Jogos Olímpicos (JO) de Tóquio 2020 depois do projeto ultrapassar em 2.000 milhões de dólares o orçamento previsto. O Comité Olímpico Internacional (COI) apoia a medida e iniciará um concurso internacional para a elaboração de um novo projeto em 2016.

O custo do design e construção do próximo projeto terá de ser necessariamente mais baixo, sendo que o objetivo é que as obras arranquem no início do próximo ano.

Os investidores perderam 50 milhões de euros após o início do projeto de construção do estádio olímpico, mas decidiram parar os trabalhos para evitar derrapagens no orçamento que chegariam aos 2.000 milhões de dólares.

O novo estádio olímpico de Tóquio deverá estar concluído a tempo de receber, em 2019, alguns jogos do Mundial de Râguebi, que se disputará nesse ano em território nipónico.

De referir que o projeto agora cancelado pelo executivo japonês previa a construção do estádio mais caro da história, superando os os 680 milhões de dólares gastos com o estádio olímpico de Londres em 2012. Em causa estava um recinto com 290.000 m2 e com capacidade para 80.000 espectadores. O estádio foi desenhado pela arquiteta iraquiana Zaha Hadid