Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Japão planeia construir uma "cópia de segurança" de Tóquio (para o caso de a original ser destruída numa catástrofe)

Autor: Redação

Se os arquivos que guardamos num computador ou num telemóvel têm (ou deveriam ter) uma cópia de segurança, para não se perder nada importante no caso de uma catástrofe digital, porque não fazer o mesmo com uma cidade?

A ideia pode soar disparatada e levá-la à prática pode parecer utópico, mas um país está empenhado em torná-la realidade. O país é o Japão e a cidade que vai contar com um backup, se acontece tudo como está a ser planeado, é Tóquio, a metrópole mais povoada do mundo.

Na realidade, o plano das autoridades japonesas não é edificar uma réplica exata da capital nipónica, mas sim erguer do nada uma grande cidade que possa servir como "plano b" em caso catástrofe.

A ideia de fazer uma "cópia de segurança"  surgiu depois da fuga da central nuclear de Fukushima, e do terramoto e o posterior tsunami de 2011.

A construção deste Tóquio b será levada a cabo a cerca de 500 kms da capital original, e terá uma superfície à volta dos 5 kms2. O nome deste universo paralelo será IRTBBC (a sigla de 'integrated resort tourism, business, and backup city').