Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Quanto valem as casas multimilionárias na vida de Tom Brady?

O jogador da NFL é um dos mais bem pagos de todos os tempos e um investidor com um vasto património imobiliário.

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Tom Brady é um dos jogadores mais bem pagos da Liga Nacional de Futebol (NFL, sigla em inglês) de todos os tempos e acabou de conquistar a sétima Super Bowl ao serviço da sua nova equipa, os Tampa Bay Buccaneers. Ao longo da carreira, o jogador de futebol americano casado com a supermodelo brasileira Gisele Bündchen arrecadou uma fortuna de mais de 350 milhões de dólares, e decidiu investir parte dela em inúmeras propriedades imobiliárias.

Depois de deixar os New England Patriots na última temporada, Tom Brady e Gisele Bündchen deixaram Nova Inglaterra. Segundo a Forbes espanhola, o casal vendeu a mansão de 12.000 metros quadrados (m2) em Brookline, Massachusetts, com um estúdio de ioga e adega, por 32,5 milhões de dólares – muito acima do preço que pagaram, cerca de 4,5 milhões de dólares. Logo depois, e também no final do ano passado, pagaram 17 milhões por uma propriedade no "bunker dos bilionários", a ilha Indian Creek, no condado de Miami-Dade, Flórida.

Mas o património imobiliário do jogador a NFL não se fica por aqui. A Forbes compilou a longa lista de imóveis que fazem (ou já fizeram) parte da vida de Tom Brady.

As casas multimilionárias de Tom Brady

A casa onde passou a infância fica em San Mateo, Califórnia, por exemplo, vale mais de 2 milhões de dólares – e é lá que vivem os pais do atleta.

Depois de anos na Nova Inglaterra, Brady e Bündchen mudaram-se para uma penthouse triplex de cerca de 5.300 metros quadrados (m2), em Back Bay, Boston. A propriedade, que arrendavam a cerca de 35 mil dólares ao mês, incluia um ginásio, dois terraços e cinco lareiras. Compraram-na por 6,2 milhões de dólares, e venderam-na seis anos mais tarde, em 2012, por 9,2 milhões.

Em 2008, o casal também comprou uma mansão de luxo com mais de 18 mil m2 por 11,75 milhões de dólares. A mansão tinha cinco quartos, piscina, spa e sauna, biblioteca, e foi vendida ao magnata do hip-hop Dr. Dre em 2014 por 40 milhões de dólares.

Brady e Gisele também são membros exclusivos do Clube de Yellowstone, em Montana, um resort exclusivo perto de Big Sky. Diz a Forbes que ser membro custa 300 mil dólares, para além do preço de compra do imóvel, que pode ir até aos 25 milhões de dólares ou mais.

A dupla também foi proprietária de um apartamento na One Madison Tower, em Nova Iorque – a casa foi comprada por 11,7 milhões de dólares em 2014 e vendida por 13,95 milhões em 2018; e de um imóvel com cinco quartos no 70 Vestry Street, que o casal comprou em 2016 por 25,6 milhões e vendeu no início deste ano por 36,8 milhões de dólares.