Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Arrendar já é mais barato do que comprar casa no Reino Unido

O esforço médio para pagar uma renda mensal (1.054 libras/1.224 euros) é menor que pagar as despesas associadas a uma hipoteca por mês (1.125 libras / 1.307 euros).

Arrendar já é mais barato do que comprar casa no Reino Unido
Gtres
Autor: Redação

Pela primeira vez desde o final de 2014, o esforço que os inquilinos no Reino Unido têm de fazer para pagar uma renda mensal tem um custo menor do que todas as despesas associadas a uma hipoteca. De acordo com a imobiliária Hamptons, atualmente é mais barato pagar uma renda média de 1.054 libras/mês (1.224 euros/mês), face a 1.125 libras/mês (1.307 euros/mês) de despesas associadas ao crédito à habitação.

A pandemia do coronavírus virou o mercado imobiliário do Reino Unido de cabeça para baixo. Com a queda na procura de casas para arrendar, principalmente em Londres, e entre as medidas de confinamento, o retorno de muitos trabalhadores às casas dos pais, ou a mudança para locais mais acessíveis, agora que o teletrabalho se impõe como alternativa de trabalho em muitos empregos, o preço do arrendamento caiu.

Enquanto no início de 2020 era mais acessível pagar as despesas do crédito à habitação por mês do que uma renda, com uma média de 102 libras/mês (119 euros/mês) de economia para os hipotecados, agora este cenário mudou e este permanece apenas em quatro áreas no Reino Unido: Nordeste, Noroeste, Yorkshire e Humber e na Escócia. No resto, as rendas são, em média, 71 libras mais baratas do que as hipotecas, ou seja, cerca de 82 euros.

A mudança acontece “apesar de um aumento anual de 7,1% nos preços de arrendamento em maio, o forte crescimento dos preços das casas juntamente com aumentos nas taxas de hipotecas e custos de compra tornam mais difícil comprar do que arrendar”, destaca Aneisha Beveridge, chefe de investigação da imobiliária Hamptons.

Desde dezembro de 2014, não houve uma situação no Reino Unido em que o arrendamento exigisse menos esforço salarial por mês do que a compra e venda de uma casa.

Londres viu a maior mudança desde o início da pandemia do coronavírus. Os dados da Grande Londres indicam que um comprador deixou de poupar 123 libras por mês (143 euros / mês) em comparação com um inquilino em março de 2020.

Da agência esclarecem que existem outros fatores financeiros e práticos que os potenciais compradores irão considerar quando decidirem arrendar em vez de comprar, ou vice-versa, que não foram apreciados nesta análise.