Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Seleção “roubou” 26% de tráfego ao idealista durante o jogo contra Espanha

Gtres
Gtres
Autor: Redação

O jogo do Mundial, realizado na passada sexta-feira às 19 horas pela seleção portuguesa contra Espanha, provocou uma descida de 26% no número de visitas registadas no idealista. No caso do país vizinho, o tráfego caiu 20%. O inicio da segunda parte regista um dos momentos em que a diferença de tráfego foi maior, sendo 42% inferior ao habitual.

*A média do tráfego foi obtida através do número de visitas registadas no idealista ao minuto face às sextas-feiras dos últimos 2 meses.

O jogo arrancou sem grandes ocorrências no tráfego do idealista, traduzindo-se em 17% menos do habitual às sextas-feiras a essa hora. Com o primeiro golo de Cristiano Ronaldo no minuto 3 e até ao o golo de Diego Costa no minuto 24, essa diferença foi-se reduzindo, traduzindo-se em apenas 8% menos de tráfego que o habitual. No entanto, após o empate, o interesse pelo jogo foi aumentando até ao apitar do árbitro para o fim da primeira parte, sendo de 27% a diferença de tráfego nesse momento.

O inicio da segunda parte regista um dos momentos em que a diferença de tráfego foi maior, sendo 42% inferior ao habitual. Esta diferença foi diminuindo após os dois golos de Espanha, afetando desta forma o animo dos portugueses, levando-os a utilizar novamente o idealista. No minuto 87, com o “hat-trick” de Cristiano Ronaldo, voltou a registar-se um pico na caída de tráfego de 42%. Pelas 21:00 horas, e com o fim do encontro, o tráfego voltou à normalidade.  

Em Espanha, por outro lado, o jogo iniciou-se com 30% menos de tráfego e, à medida que decorria a primeira parte, essa diferença foi-se reduzindo até 8% antes do intervalo. Com o decorrer da segunda parte, o interesse dos espanhóis pela partida foi aumentando, tendo o jogo terminado com uma queda de 26% no tráfego.