Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Ben Affleck vende mansão de luxo na Geórgia por 6,9 milhões de euros

A propriedade, que está a ser comercializada pela Engel&Volkers, foi desenhada pelo arquiteto Jim Strickland.

Propriedade do ator Ben Affleck
Exterior da mansão de luxo / Engel & Völkers/Savannah_Richard Leo Johnson
Autor: Redação
icon shape Geórgia, EUA
icon euro 6,9 milhões de €
icon pound-key Cinema
Ver mais casas de famosos

A casa do ator norte-americano Ben Affleck em Savannah, no Estado Americano da Geórgia, está à venda por 7,6 milhões de dólares (cerca de 6,9 milhões de euros). A propriedade, que está a ser comercializada pela Engel&Volkers, foi desenhada num estilo clássico pelo arquiteto Jim Strickland e estende-se ao longo do rio North Newport.

A “Big House”, como é conhecida, é uma imitação de uma herdade e está localizada em 35 hectares de terra com vista para o rio North Newport, em Hampton Island, Geórgia. É considerada uma das joias da coroa da costa e tem um total de 557 metros quadrados (m2), de acordo com o comunicado da imobiliária alemã.“O piso de madeira de pinho especial, enormes lareiras arqueadas e tetos de quatro metros de altura fazem da casa uma verdadeira mansão do sul da América”, lê-se ainda.

A propriedade é composta por outras duas casas. A “Summer Cottage”, com uma grande lareira, um telhado de metal e os seus tetos expostos e inclinados. A terceira casa, conhecida como “Oyster House”, tem cerca de 930 m2 distribuídos por três suítes principais e cinco quartos com beliches recuperados de navios. A propriedade também tem instalações equestres, acesso ao mar a partir de uma doca privada onde as águas são profundas.

“Esta propriedade capta o espírito e o charme do sul de Savannah”, refere Richard Mopper, Partner da Engel & Völkers América, citado no mesmo documento. “A partir das varandas, da vista para o rio e pastagens expansivos, às múltiplas residências luxuosas das propriedades adornadas com características decadentes e estilo sul clássico, todos os cantos da propriedade exalam o calor e a hospitalidade que são exclusivos do Sul da América”, acrescenta.