Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Engel & volkers

Últimas notícias sobre "Engel & volkers" publicadas em idealista.pt/news

Imóveis de luxo a “brilhar” na região norte do país: alemã Engel & Volkers vai expandir atividade

A imobiliária alemã Engel & Völkers, especializada na mediação de imóveis de luxo, está reforçar a sua presença na região norte do país. A multinacional acaba de expandir a atividade para Vila Nova de Gaia, com a abertura de uma agência, aumentando para três o número de agências nesta região – está presente no Porto desde 2018, onde conta com dois espaços. O crescimento está a ser impulsionado, em grande parte, pelas oportunidades no mercado imobiliário premium.

Notícia sobre:

Casas de luxo ao rubro: volume de negócios da Engel & Völkers sobe 37% para 107 milhões

O negócio da imobiliária alemã Engel & Völkers (E&V), especializada na mediação de imóveis de luxo, vai de vento em popa. Em 2019, o volume de negócios da empresa em Portugal, onde está presente desde 2006, atingiu 107 milhões de euros, mais 37% que no ano anterior. O valor médio das propriedades vendidas foi nada mais nada menos que 500.000 euros, mais 14% que em 2018.

Notícia sobre:
Propriedade do ator Ben Affleck

Ben Affleck vende mansão de luxo na Geórgia por 6,9 milhões de euros

Notícia sobre:
Juan-Galo Macià, CEO da Engel & Völkers para Espanha, Portugal e Andorra / Engel & Völkers

“Portugal continua a ser muito atrativo para os investidores estrangeiros”

O imobiliário nacional continua a viver os melhores anos da última década, sendo alimentado sobretudo pelo investimento estrangeiro. Em entrevista ao idealista/news, Juan-Galo Macià, CEO da Engel & Völkers para Espanha, Portugal e Andorra, diz que o país continua a atrair capital “lá fora”.

Notícia sobre:
Conteúdo patrocinado Engel & Völkers

Engel & Völkers inaugura Market Center Lisboa para liderar mediação imobiliária de luxo

A Engel & Völkers, líder mundial do mercado de mediação de imóveis residenciais e comerciais de luxo, inaugurou dia 11 de julho o Market Center (MC) em Lisboa, na Avenida da Liberdade, através do qual pretende liderar o mercado da mediação imobiliária de luxo. 

Notícia sobre:

Market Center da Engel & Völkers em Lisboa quer faturar 200 milhões em 2021

Lisboa tem um novo Market Center. Nasceu pelas mãos da Engel & Völkers, multinacional alemã especializada na mediação de imóveis de luxo, e já está funcionar a “todo o vapor”. O objetivo é crescer 100% nos próximos três anos e atingir a fasquia dos 200 milhões de euros.

Notícia sobre:

Engel & Völkers abre Market Center em Lisboa até junho e está em Portugal “para ficar”

A Engel & Völkers irá inaugurar o primeiro Market Center em Portugal – em Lisboa – no primeiro semestre de 2018, num investimento de 1,3 milhões de euros, e "está em Portugal para ficar, crescer e liderar".

Notícia sobre:
Conteúdo patrocinado Engel & Völkers

Gostaria de trabalhar no setor imobiliário? A Engel & Völkers está à procura de 100 consultores para Lisboa

Trabalhar no setor imobiliário sempre foi um sonho? Gostaria de fazer parte de uma equipa e de uma marca de renome internacional? Esta é a sua oportunidade para fazer parte da história de sucesso da Engel & Völkers. A imobiliária alemã está à procura de 100 consultores imobiliários na capital.

Notícia sobre:

Engel & Völkers investe 1,3 milhões num centro de negócios em Lisboa para o mercado de luxo

A imobiliária alemã Engel & Völkers vai investir 1,3 milhões de euros na criação de um centro de negócios – um market center – em Lisboa destinado ao mercado de luxo, projeto para o qual está a recrutar 150 agentes imobiliários. O espaço deverá abrir no primeiro semestre de 2019.

Notícia sobre:

Genebra, a cidade do luxo onde uma casa chega a custar 65.500 euros por m2

A Suíça é o país com mais ricos do mundo, o que se reflete no mercado imobiliário. No centro financeiro da cidade de Genebra uma casa chega a custar 65.500 euros por m2, segundo a imobiliária de luxo Engel & Völkers. No segundo lugar do ranking das cidades mais caras do país encontram-se Zurique e Zug, onde os preços atingem os 28.000 euros por m2.

Notícia sobre: