Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Estes são os móveis de bambu da Ikea que estão a dar que falar

Há também acessórios feitos a partir de bambu como tigelas, prateleiras, tábuas e candeeiros de teto.

Cortesia do Ikea
Cortesia do Ikea
Autor: Redação

Os materiais naturais e sustentáveis estão na moda, estando entre as tendências de decoração para 2021. Os móveis feitos de bambu, ‘rattan’ ou de tecido natural dominam hoje os catálogos das nossas casas. A gigante do mobiliário Ikea não ficou alheia a estas tendências e inseriu no seu catálogo um vasto leque de móveis e acessórios fabricados em bambu, como por exemplo o armário Nordkisa. E oferece ainda vários elementos decorativos, como candeeiros de teto, conjuntos de casa de banho e até tábuas de corte para a cozinha.

Como a própria empresa refere no seu site, os produtos Ikea de bambu são feitos principalmente de duas partes da planta: a parte inferior e a parte central. As ripas são utilizadas para fabricar acessórios e mobiliário, e as tiras para aplicar técnicas artesanais como a tecelagem e o enrolamento do bambu. É um material estável, rijo e resistente aos efeitos do tempo.

Podemos encontrá-lo, por exemplo, no armário modelo Nordkisa (180 euros), que pode ser adaptado a qualquer espaço da casa. Também muito versátil para as novas áreas de teletrabalho é a secretária Lillasen (119 euros). Outra opção mais acessível para mobiliário de casa de banho é a Ragrund, uma prateleira de canto que custa 20 euros.

O bambu também é o material a partir do qual a Ikea fabrica muitos acessórios, tais como tigelas, prateleiras ou bandejas, a tábua de corte Aptitlig (13 euros), o candeeiro de teto Knikhult (40 euros) ou o conjunto de casa de banho Draban (oito euros).