Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Como decorar a casa ideal? (fotos)

Sala da autoria do ateliê Às Duas por Três, com uma tela da artista Rita Melo
Autores: rseabra, Luis Manzano

Ideias com design, peças decorativas originais, jogos de cores e misturas de estilos. A receita para decorar uma Casa Ideal foi "cozinhada" por um arquiteto vários designers de interiores e "servida" no início deste mês durante o Salão Imobiliário de Portugal (SIL), em Lisboa.

Em entrevista ao idealista news, Paulo Jorge Pereira, designer de interiores, e responsável pela decoração do segundo quarto da Casa Ideal, explica que o seu desafio foi criar um espaço "pop" que juntasse o estilo pop arte com a cultura popular portuguesa. "Tentei pegar em tudo o que é novo design português e criar um ambiente baseado na cultura portuguesa, mas com alguma reinterpretação da mesma", diz.

O designer destaca, entre todos os pormenores e objetos de decoração que utilizou no quarto, o papel de parede escolhido para a cabeceira da cama. "São azulejos antigos com sardinhas, dois símbolos cultura portuguesa".

Na sala, destaca-se uma grande tela da artista Rita Melo, uma escultura em forma de àrvore e uma televisão com lareira, uma novidade a ser lançada este ano pela Hot Design. "O espaço foi pensado num estilo contemporâneo, moderno e atual, com tons e formas mais neutras como o branco, o preto e o cinza", explica ao idealista news Marina Neto, que juntamente com Sónia Rodrigues e Inês Cesteiro, do ateliê Às Duas Por Três, criaram este ambiente.

Tiago Patrício Rodrigues é o arquiteto responsável pelo espaço da Casa Ideal, mas também pela criação de dois ambientes: o primeiro quarto da casa e o closet. 

"Aqui a relação do quarto com o closet é nula. Quis refletir um estado de alma e também uma crítica social. No quarto, o espaço foi criado quase sem mobiliário. Já o ambiente do closet evoca uma certa decadência burguesa", diz destacando as almofadas em cima da cama, no quarto, e o espelho no closet com a frase "Never too rich or too thin" (Nem demasiado rico ou demasiado magro), como objetos marcantes do espírito que quis imprimir nos dois espaços.

Notícias relacionadas

ideias e tendências portuguesas para decorar a casa (fotos)

Mobiliário com design português usa fato de Michael Phelps

Artigo visto em
(idealista news)