Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Como preparar a casa para ser uma escola em caso de novo confinamento

As aulas já arrancaram e, para já, não se prevê um novo confinamento como o que aconteceu em março. Mas tudo dependerá da evolução da pandemia.

Shutterstock
Shutterstock
Autor: Redação

A Covid-19 veio alterar a forma como trabalhamos, estudamos e convivemos em sociedade, e é necessário que nos adaptemos a esta “nova realidade” da melhor forma possível. O ano letivo de 2020/2021 já arrancou e, para já, até novas regras em contrário, as escolas irão continuar de portas abertas. Ainda assim, e apesar de este cenário já ter sido afastado pelo Governo e pela Presidência da República, um novo confinamento não é irrealista, uma vez que tudo irá depender da evolução da pandemia. 

Mas como ajudar os filhos em toda esta adaptação, caso as escolas voltem a fechar? O portal Habitissimo compilou algumas ficas, perfeitas para todas as idades. 

Criar um espaço próprio para o estudo

É muito importante que os teus filhos tenham uma zona da casa própria para estudar, idealmente num local onde não sejam incomodados. Podes criar a zona de estudo no quarto deles, na cozinha, na sala…tudo dependerá da realidade da tua família. Se possível, tenta colocar uma barreira visual a delimitar a zona, para ajudar à concentração.

Shutterstock
Shutterstock

Manter tudo organizado

Ninguém consegue trabalhar e estudar bem num ambiente desorganizado e onde não consegue encontrar aquilo que precisa. Incute nos teus filhos a necessidade de manter este espaço organizado, devendo essa tarefa ser responsabilidade deles. Não só conseguirão estudar melhor, como aprenderão o valor de ter tudo arrumado.

Shutterstock
Shutterstock

Deixar as distrações de lado

Não há maior inimigo da concentração que as distrações, como telemóveis e jogos. Por isso, os teus filhos deverão deixar estes aparelhos eletrónicos de lado enquanto estudam. O computador pode ser levado para a zona de estudo, especialmente se forem assistir a aulas virtuais, mas se o teu filho for pequeno, terá de estar atento para perceber se ele realmente está a assistir às aulas ou se está a aproveitar para se distrair online.

Shutterstock
Shutterstock

Criar uma zona de pausa

Segundo diversos estudos, ao fim de cerca de 20 minutos as crianças perdem a concentração. Mas mesmo os jovens e adolescentes precisam de fazer uma pequena pausa de vez em quando, para retomar o fôlego. Por isso, cria um pequeno canto onde eles possam relaxar durante algum tempo, colocando algumas almofadas e pufes confortáveis onde eles possam descansar o corpo e a cabeça entre disciplinas.

Shutterstock
Shutterstock

Deixar alguns snacks à mão

Não é novidade para ninguém que algumas crianças e jovens se concentram melhor quando estão a petiscar alguam coisa. Isso permite-lhes manter os níveis de açúcar no sangue regulados e, como consequência, conseguem estar imersos no que estão a fazer durante mais tempo. Coloca alguns snacks saudáveis na zona de estudo, como frutos secos, biscoitos ou sumo, para que o teu filho possa comer quando lhe apetecer sem ter de perder a concentração.

Shutterstock
Shutterstock