Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Alojamento local e turismo rural representam mais de 15% das dormidas em Portugal

Tomas Halajcik on Unsplash
Tomas Halajcik on Unsplash
Autor: Redação

O alojamento local e o turismo rural e de habitação representaram 15,2% das dormidas e 17,4% do número de hóspedes que o turismo português recebeu em janeiro deste ano. Em causa estão os dados da série mensal destas duas componentes da atividade turística, divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), pela primeira vez.

As dormidas nos estabelecimentos de alojamento local (13,5% do total) e de turismo no espaço rural e de habitação (1,7% do total) cresceram 4,4% e 8,9%, respetivamente. No total, o alojamento local registou 402,1 mil dormidas e 189,7 mil hóspedes, e o turismo rural registou 51,9 mil dormidas e 28,4 mil hóspedes.

De acordo com os dados do gabinete de estatísticas, em janeiro o turismo português registou 1,3 milhões de hóspedes e três milhões de dormidas, uma subida de 7,2% e 4,7%, respetivamente, em relação ao mesmo mês do ano passado. As dormidas de residentes cresceram 8,2% e as de não residentes aumentaram 3,1%.

Os proveitos também aceleraram, tendo no total apresentado um crescimento de 8,7% (mais 7,7% que em dezembro), atingindo os 162,7 milhões de euros.

O INE iniciou na sexta feira (15 de março de 2019) a divulgação desta nova série mensal que, comparativamente com a anterior, tem um âmbito mais alargado, passando a abranger todas as modalidades de alojamento local com 10 ou mais camas e os empreendimentos de turismo no espaço rural e de habitação. Anteriormente, para este tipo de alojamentos, só eram divulgados valores com uma frequência anual.