Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Alojamento local

Últimas notícias sobre "Alojamento local" publicadas em idealista.pt/news

Tributação do Alojamento Local sobe de 35% para 50% em "todas as zonas de contenção"

O agravamento fiscal sobre os rendimentos do Alojamento Local (AL), a partir deste ano, já era conhecido no âmbito da proposta do Orçamento do Estado para (2020). Agora, o Governo veio esclarecer que a penalização a nível da tributação desta atividade, de 35% para 50%, aplica-se em "todas as zonas de contenção", quer sejam absolutas ou relativas, nas palavras do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes.

Notícia sobre:

AL atingiu a maturidade e contenção foi palavra de ordem – OE2020 aperta o cerco ao negócio

Notícia sobre:

OE2020: agravamento fiscal do AL pode representar aumento de impostos de 43%

O agravamento fiscal do AL previsto no OE2020 para as zonas de contenção poderá afetar, só em Lisboa, mais de 5.000 famílias e meia centena de micro-empresas. De acordo com a ALEP, o aumento de impostos será, no mínimo, de 43%, mas poderá chegar aos 70%.

Notícia sobre:

Alojamento Local vence em tribunal contra setor hoteleiro francês

A associação hoteleira francesa (AHTOP) apresentou um processo no Tribunal de Justiça da União Europeia contra a plataforma de arrendamento de curta duração Airbnb, para obrigá-la a obter uma licença de agente imobiliário. O desfecho foi este: a justiça decidiu a favor da plataforma de Alojamento Local (AL).

Notícia sobre:

Tudo sobre a tributação de imóveis no Alojamento Local - já com novidades do OE2020

O Alojamento Local (AL) passou, em poucos anos, de um ilustre desconhecido a um dos setores mais famosos do imobiliário. E as regras para quem investe nas casas para turistas têm vindo a mudar, seja ao nível do licenciamento, seja em termos fiscais. A proposta do OE2020 traz mais novidades. Decidimos, por isso, preparar este guia sobre a tributação dos imóveis no AL.

Notícia sobre:

Isenção fiscal para programas municipais de renda acessível prevista no OE2020 gera “dúvidas”

A proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) prevê que os rendimentos prediais obtidos nos programas municipais de oferta para arrendamento habitacional a custos acessíveis fiquem isentos de tributação em IRS e IRC, à semelhança do que prevê o Programa de Arrendamento Acessível (PAA). Proprietários e inquilinos dizem ter “dúvidas” sobre o impacto destas isenções fiscais. No caso do Alojamento Local (AL), as propostas “vão no sentido errado”, diz a ALEP.

Notícia sobre:
AHRESP

AL no Algarve gera 981,5 milhões - mais de metade das unidades está em Albufeira, Loulé e Portimão

O Algarve continua a ser o destino de férias preferido de muitos portugueses e turistas estrangeiros. A região acabou por ganhar novo impulso através do negócio do AL, cujo volume de negócios anual já ascende aos 981,5 milhões de euros. Um estudo realizado a pedido da AHRESP, a que o idealista/news teve acesso, mostra que no sul do país existem 32.405 unidades de AL listadas no RNAL.

Notícia sobre:

Primeiro estudo sobre Alojamento Local no Algarve apresentado amanhã

O fenómeno do Alojamento Local (AL) ganhou asas em Portugal, ao mesmo tempo que fez (e faz) correr muita tinta, sendo sempre um tema polémico, nomeadamente entre proprietários e inquilinos. Esta quinta-feira (5 de dezembro de 2019) são conhecidos os resultados do primeiro estudo sobre AL no Algarve.

Notícia sobre:

“Investidores não aguentam mais a crescente instabilidade e total incerteza da nossa legislação”

Lisboa tem um novo regulamento de Alojamento Local (AL). O vice-presidente da Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários (APPII), Hugo Santos Ferreira, considera que “devia ter-se salvaguardado que todas as regras aplicáveis vigorassem apenas para o futuro”.

Notícia sobre:

“O Alojamento Local não é a galinha dos ovos de ouro que se dizia e dá muito trabalho”

O negócio do AL no país está de boa saúde, mas a entrar numa fase de maturidade, de acordo com Eduardo Miranda, presidente da ALEP. O responsável disse em entrevista ao idealista/news que a atividade não é “uma galinha dos ovos de ouro” e que “dá muito trabalho”.

Notícia sobre: