Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Valor médio da avaliação bancária sobe para 1.109 euros por m2 e está em máximos de 2011

Autor: Redação

Os valores das avaliações bancárias de casas para efeitos de crédito à habitação não param de aumentar. Em fevereiro, o valor médio fixou-se nos 1.109 euros por m2, mais 0,3% (três euros) que em janeiro e mais 5,7% que no mesmo mês do ano passado. Desde julho de 2011 que valor atribuído pelos bancos aos imóveis não era tão elevado.

“Apenas no Alentejo e Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores se registaram decréscimos em relação ao mês anterior. A Área Metropolitana de Lisboa (variação de 0,5% e valor de avaliação de 1.348 euros por m2) foi a que mais contribuiu para o acréscimo mensal observado no total do país”, lê-se no site do Instituto Nacional de Estatística (INE).

No caso dos apartamentos, o valor médio de avaliação fixou-se em 1.153 euros por m2, mais 0,3% que em janeiro e mais 5,3% que em fevereiro de 2015. Já o valor atribuído pelos bancos às moradias situou-se em 1.034 euros por m2 em fevereiro deste ano, valor idêntico ao observado em janeiro e superior 5,4% ao período homólogo. “As moradias de tipologia T3 e T4 registaram valores médios de avaliação de 997 euros por m2 (menos dois euros por m2 face a janeiro) e de 1.073 euros por m2 (aumento de seis euros por m2)”, conclui o INE.