Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

OE 2018: Bloco quer rendimentos prediais tributados no IRS

Wikimedia commons
Wikimedia commons
Autor: Redação

O Bloco de Esquerda quer que os rendimentos prediais, ações e juros de contas a prazo sejam tributados em sede de IRS. A líder do partido, Catarina Martins, entende que esta medida poderá beneficiar a classe média. 

A coordenadora bloquista avançou, em entrevista à CMTV,  que a proposta está a ser negociada com o Governo. “Há rendimentos que não são do trabalho, que não são salários nem pensões. São pessoas que têm muitos rendimentos de capital ou de propriedade e que deviam ser obrigadas a englobá-los para pagarem uma taxa proporcional”, afirma Catarina Martins, que defende a inclusão dos ganhos com as rendas de casa, ações e juros de contas a prazo na tributação do IRS. 

Paralelamente, e segundo escreve o ECO, o Bloco de Esquerda pretende desdobrar o segundo e terceiro escalões de IRS no prazo de dois anos. No que diz respeito às pensões, Catarina Martins entende que ainda há margem para subi-las no próximo ano (apontando uma folga de 100 milhões de euros), revelando que o aumento de pensões custou 700 milhões, mas que o aumento de emprego gerou uma receita de 800 milhões de euros.