Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Unidade da Fitch revê em alta estimativas de crescimento da economia

Autor: Redação

A BMI Research, uma unidade da Fitch, reviu em alta as estimativas de crescimento da economia portuguesa em 2018 e 2019. Apesar de antecipar uma "desaceleração ligeira" do crescimento da atividade económica nos próximos dois anos, a BMI Research está otimista quanto ao desempenho português. Aponta um crescimento de 2,3% para este ano e de 1,9% para o próximo.

“A atividade económica portuguesa irá desacelerar ligeiramente, seguindo um crescimento real do PIB máximo de várias décadas em 2017″, salientaram os especialistas, citados pelo Jornal de Negócios, esclarecendo que “o investimento fixo e o consumo privado permanecerão relativamente dinâmicos, uma vez que a confiança dos consumidores e das empresas continuam fortes".

As previsões de crescimento da BMI Research passaram, assim, de 1,9% para 2,3% em 2018 e de 1,3% para 1,9% em 2019. A unidade da Fitch prevê ainda que o investimento fixo desacelere para 5% este ano e para 3% em 2019, ainda que deva manter-se como um dos principais impulsionadores de crescimento em cada um dos anos.

O relatório prevê que o investimento das empresas “permaneça forte” e que o mercado imobiliário continue e viver um bom momento. "A estabilidade política, a recuperação do crescimento em Portugal e na Zona Euro e os baixos custos operacionais relativamente aos pares ajudaram a impulsionar as intenções de investimento", sublinharam os especialistas da unidade da Fitch.