Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Sintra no centro da economia mundial até quarta-feira

Mario Draghi, presidente do BCE / Gtres
Mario Draghi, presidente do BCE / Gtres
Autor: Redação

Dezenas de personalidades do mundo da política económica e monetária iniciam esta segunda-feira (18 de junho) o Fórum do Banco Central Europeu (BCE), que decorre até quarta-feira (20 de junho) em Sintra, para debater a fixação de preços e de salários nas economias desenvolvidas. Mario Draghi, presidente da entidade, dará início aos trabalhos, com um jantar de boas-vindas às dezenas de economistas.

Entre os participantes estará o antigo Secretário do Tesouro dos EUA, Lawrence H. Summers, que fará um discurso sobre política monetária num mundo de inflação e taxas de juro baixas.

Dedicado à “Fixação de Preços e de Salários nas Economias Desenvolvidas”, o Fórum do BCE deste ano, que será o quarto a realizar-se em Sintra, acontece quando a recuperação económica e da inflação da Zona Euro levaram o BCE a marcar uma data para o programa de compra de ativos, escreve a Lusa, lembrando que a entidade reviu em alta, na semana passada, a estimativa de inflação para o conjunto deste ano, de 1,5% para 1,7%. Trata-se de um indicador que se aproxima do objetivo de médio prazo do BCE, de uma inflação próxima, mas abaixo, de 2%.

Por outro lado, o BCE reviu em baixa o crescimento da economia da Zona Euro de 2,4% para 2,1%, números que considera serem, ainda assim, fortes.

Com estes dados, o BCE anunciou que vai reduzir o programa de compra de ativos (principalmente dívida pública) para 15.000 milhões de euros mensais a partir de outubro, terminando as aquisições de dívida no fim do ano. No entanto, o BCE vai manter as taxas de juro diretoras nos níveis atuais pelo menos até o verão de 2019.

Entre os personalidades que vão marcar presença em Sintra estarão também James Stock, que foi conselheiro económico do presidente norte-americano Barack Obama entre 2013 e 2014, e Lucrezia Reichlin, a primeira mulher a liderar a investigação macroeconómica do BCE.

Também Philip R. Lane, governador do Banco Central da Irlanda, Philippe Marcadent, diretor da Organização Internacional do Trabalho (OIT), Klaus F. Zimmermann, presidente da organização não governamental Global Labor Organization (GLO), Tommaso Valletti, economista-chefe da direção-geral de competição na Comissão Europeia, Jerome Powell, presidente da Fed (Reserva Federal norte-americana), Haruhiko Kuroda, governador do Banco do Japão, e Philip Lowe, governador do Banco da Australia, marcarão presença no Fórum do BCE.

Ver mais notícias sobre: 
BCESintraBanco Central Europeu