Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Endividamento da economia portuguesa cai para 719 mil milhões de euros em setembro

Banco de Portugal
Banco de Portugal
Autor: Redação

O endividamento do setor não financeiro (Estado, empresas e famílias) situou-se em 719 mil milhões de euros em setembro, dos quais 319,1 mil milhões são referentes ao setor público e 399,9 mil milhões ao setor privado. Trata-se de uma redução de 200 milhões de euros face a agosto, revelou o Banco de Portugal (BdP).

“Relativamente a agosto de 2018, o endividamento do setor não financeiro diminuiu 0,2 mil milhões de euros (200 milhões de euros), em resultado da redução de 0,6 mil milhões de euros (600 milhões de euros) no endividamento do setor público parcialmente compensada pelo incremento de 0,4 mil milhões de euros (400 milhões de euros) no endividamento do setor privado”, conclui o supervisor (ver imagem em cima).

De acordo com o BdP, “o decréscimo do endividamento do setor público traduziu-se, sobretudo, numa diminuição do endividamento face ao setor não residente e às próprias administrações públicas, parcialmente compensada pelo aumento do financiamento concedido pelo setor financeiro” (ver imagem em baixo).

Já no setor privado, que acumula um endividamento de 399,9 mil milhões de euros, o BdP adianta que se verificou um aumento do endividamento externo das empresas em 900 milhões de euros, “parcialmente compensado pela redução do endividamento das empresas e dos particulares face ao setor financeiro” em 300 e 100 milhões de euros, respetivamente.