Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Juros dos depósitos a prazo em mínimos de 19 anos em Portugal

ECO
ECO
Autor: Redação

Ter dinheiro depositado a prazo no banco rende cada vez menos dinheiro. Em fevereiro, a taxa de juro oferecida pelos bancos em Portugal fixou-se nos 0,13%, o valor mais baixo – pelo menos – dos últimos 19 anos. Portugal é, de resto, o terceiro país da Zona Euro que pior remunera os depósitos a prazo.

Segundo o ECO, que se apoia em dados do Banco Central Europeu (BCE), os bancos remuneraram, em fevereiro, os novos depósitos a prazo a uma taxa de juro média de 0,13%, abaixo dos 0,14% que pagaram em janeiro.

A fraca atratividade da remuneração dos depósitos a prazo não se verifica, no entanto, apenas a nível nacional. Isto apesar da média em vigor na Zona Euro ser bem superior: 0,37%.

Em pior situação que Portugal estão Espanha e Irlanda, onde a taxa de juro média das novas aplicações em depósitos se situou em 0,05% e 0,04%, respetivamente. Por outro lado, o país onde é mais rentável pôr dinheiro a prazo no banco é a Holanda, que oferece um juro médio de 1,31%.