Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Regras de ouro para fazer render as poupanças

Photo by Fabian Blank on Unsplash
Photo by Fabian Blank on Unsplash
Autor: Redação

“No poupar é que está o ganho”, tal como diz o ditado. E há formas de fazer crescer o dinheiro que se vai colocando de parte e sem meter tudo em risco. Tudo começa com uma boa gestão do orçamento familiar, no equilíbrio entre o que se ganha e o que se gasta, para depois investir (se for o caso). Hoje damos algumas dicas que podem ajudar a fazer render as poupanças.

Antes de investir o dinheiro é necessário avaliar se existe de facto uma boa almofada financeira e se o pagamento das despesas está assegurado. Ter as dívidas liquidadas e deixar margem para algum imprevisto também é outra regra sine qua non, claro. Mas o que está claro é que fazer crescer o dinheiro é possível, segundo a lista de truques do Dinheiro Vivo. Mostramos-te algumas.

Fazer um orçamento e analisar despesas

Para elaborar um orçamento será preciso saber quanto se ganha e quanto se gasta. Tens de fazer uma espécie de auditoria e balanço de contas. Para bem planeares a poupança deverás por de parte 10% dos rendimentos. Quer isto dizer que se auferires 1000 euros de rendimento mensal deverás pôr de lado 100 euros por mês, por exemplo.

Cortar nos gastos desnecessários

Para construir um bom pé de meia é preciso cortar em alguns gastos. Como fazê-lo? Olhar para todas as despesas (diárias, semanais e mensais) e identificar aquilo em que ainda podes poupar. Ao invés de três cafés por dia, por exemplo, poderás ficar-te só por um.

Atenção aos créditos

É preciso eliminar dívidas antes de começar a investir. Quer isto dizer que deves ter muita atenção aos empréstimos, que roubam uma grande fatia ao orçamento.

Definir um plano para investir

Deves responder a algumas questões antes de começar a investir, nomeadamente se o objetivo é poupar para a reforma ou se se trata de um plano a curto prazo. Deves ainda definir o montante que queres aplicar e durante quanto tempo o queres fazer.

Analisar potenciais investimentos

Definido o valor que queres aplicar (e qual o objetivo) é tempo de analisar os potenciais investimentos. “Antes de se meter dinheiro num investimento, deve reservar-se tempo para o pesquisar de forma a perceber exatamente o que está envolvido e quais são os riscos”, aconselham os especialistas do Barclays, citados pela mesma publicação.