Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Nem todas as estratégias de poupança são boas. Os 4 erros a evitar...

Christian Dubovan/Unsplash
Christian Dubovan/Unsplash
Autor: Redação

Poupar é uma preocupação que todas as pessoas devem ter, sendo “fundamental ter uma estratégia de poupança para conseguir fazer face a alguns imprevistos que possam” surgir, aconselha o Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado (GAS) da Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor. Mas “nem todas as estratégias de poupança são boas e podem mesmo gerar o efeito contrário”, alerta a entidade.

Segundo o GAS, é possível identificar alguns erros que as pessoas cometem com frequência na hora de poupar. Pensam que “estão a agir da melhor forma”, mas nem sempre é assim... 

Estes são quatro erros a evitar na hora de poupar: 

Promoções

Muitas pessoas atraídas pelas irresistíveis e atrativas promoções, como por exemplo “Leve 3 pague 2”, aproveitam para abastecer a despensa. Pode ser um erro, já que podem estar a adquirir produtos que nem necessitavam ou bens com data de validade próxima do fim. É importante ter atenção às datas de validade dos bens e confirmar se realmente precisas dos mesmos.

Compras “online”

Muitas lojas “online” impõem um limite mínimo de compras para poderem oferecer os portes de envio: levados por essa oferta, muitas pessoas compram mais produtos para não terem de suportar os custos de entrega. Contudo, fazendo as contas, muitas vezes acabam por gastar mais do que pretendiam. Po exemplo: se o limite mínimo para usufruir dos portes de envio gratuitos é 30 euros e o total de compras é 20 euros, não compensa gastar mais 10 euros se o custo do envio for 5 euros.

Ter um mealheiro

Muitas pessoas preferem ainda guardar as poupanças no mealheiro, o que poderá ser um erro, porque podemos retirar dinheiro mais facilmente. Além disso, apesar das taxas de juro se encontrarem baixas, ao investir o dinheiro num depósito a prazo, por exemplo, sempre se consegue um retorno real positivo.

Ausência de objetivos

Não ter objetivos de poupança não incentivará a poupar, pelo que é importante estabelecer um objetivo de poupança, seja umas férias, um carro, etc. Estabelece um plano de ação para atingir um objetivo e dessa forma vais sentir-te motivado para poupar.