Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Poupanças

Últimas notícias sobre "Poupanças" publicadas em idealista.pt/news

O impacto da pandemia nas finanças pessoais dos europeus

A pandemia da Covid-19 está a ter um grande impacto na economia mundial e, paralelamente, a agravar a situação financeira de muitas famílias. O impacto no rendimento pessoal também é notório na Europa, sendo certo que há países que sentem os efeitos da crise pandémica de forma mais vincada que outros. É o caso, por exemplo, de Espanha, Grécia, Chipre, Roménia e Bulgária.

Notícia sobre:

Ainda é possível poupar, mesmo em tempos de pandemia? Dicas que ajudam a “indicar o caminho”

Crise, desemprego, pandemia, Covid-19, lay-off. Estas foram algumas das palavras mais ouvidas nos últimos meses, pelo menos desde a chegada do novo coronavírus a Portugal, em meados de março. Tentar poupar é, por isso, crucial nos tempos que vivemos. E pode ser mais fácil conseguir fazê-lo do que parece. Contamos-te tudo sobre este assunto no artigo de hoje da Deco Alerta.

Notícia sobre:

Portugueses mais disponíveis para poupar: 75% tem esse hábito

Os portugueses estão a poupar mais em tempos de pandemia da Covid-19? Sim, mas a frequência com que o fazem é mais esporádica. Os mais recentes dados do Observador Cetelem, conhecidos em vésperas do Dia Mundial da Poupança e da Literacia Financeira, que se assinala este sábado (31 de outubro de 2020), mostram que 75% dos portugueses tem por hábito poupar, mais 28% que no ano passado (47%).

Notícia sobre:

O que fazer antes de investir dinheiro? Seis dicas que podem ser muito úteis

O Dia Mundial da Poupança celebra-se amanhã (31 de outubro de 2020). Uma efeméride importante e que ganha ainda mais “peso” nos tempos que vivemos, de crise pandémica. Poupar pode ser, por isso, uma “conduta” a ter em conta. O mesmo acontece com os investimentos a fazer. Mas por onde começar e o que fazer antes de se investir o dinheiro que se poupou durante anos? Apresentamos um conjunto de dicas que são uma espécie de guia de investimento para “iniciantes” e que podem ser muito úteis.

Notícia sobre:

Taxa de poupança das famílias na Zona Euro em máximos em tempos de pandemia

A taxa de poupança das famílias na Zona Euro atingiu, no segundo trimestre de 2020, o valor mais alto desde que há registos (1999), tendo aumentado para 24,6%, mais 8% que no trimestre anterior (16,6%) e mais 11,5% que no trimestre homólogo (13,1%). Em causa estão dados divulgados sexta-feira (2 de outubro de 2020) pelo Eurostat.

Notícia sobre:

Taxa de poupança das famílias foi de 10,6% no 2º trimestre – o valor mais elevado desde 2013

No segundo trimestre de 2020, ou seja, em plena pandemia da Covid-19, a taxa de poupança em Portugal acelerou para um novo máximo, tendo aumentado para 10,6%, mais 3,1% que nos primeiros três meses do ano (7,5%). Em causa estão dados divulgados esta quarta-feira (23 de setembro de 2020) pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Esta é, de resto, a taxa de poupança mais elevada desde o segundo trimestre de 2013 (10,8%). 

Notícia sobre:

Poupanças no banco? Os depósitos a um ano mais rentáveis são...

As poupanças depositadas nos bancos pelos portugueses dispararam em plena pandemia de Covid-19. Uma forma, talvez, de se prepararem para tempos mais complicados que se avizinham. Muito do dinheiro fica, no entanto, parado na conta à ordem. Fica a saber, num universo de 18 bancos, que depósitos pagam a um ano, ou seja, que retorno “oferecem”.  

Notícia sobre:

Metade das famílias portuguesas só tem poupanças que duram no máximo até cinco meses

Os números são alarmantes, nomeadamente porque remontam ao período pré-Covid-19. Ainda antes da pandemia, metade das famílias em Portugal já só tinha poupanças para, no máximo, cinco meses de consumos básicos, ou seja, para comprar apenas o essencial – alimentação, pagar empréstimos ou rendas da casa, luz, água e gás. Em causa está um estudo de três economistas, publicado recentemente pelo ‘think tank’ Bruegel, um dos mais importantes na Europa.

Notícia sobre:

Famílias estão a poupar mais na pandemia

A taxa da poupança das famílias aumentou para 7,4% do rendimento disponível no primeiro trimestre de 2020, mais 0,6% que no trimestre anterior, divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE) esta quarta-feira (24 de junho). A subida deve-se a uma redução do consumo e a um aumento do rendimento.

Notícia sobre:

Um em cada três portugueses não consegue pagar despesas imprevistas

Os números são relativos a 2019, ou seja, a uma era pré-pandemia de novo coronavírus, mas são alarmantes: um terço dos portugueses (33%) – um em cada três – não conseguia pagar despesas imprevistas no ano passado. Trata-se de um valor ligeiramente inferior ao verificado no ano anterior (33,3%), mas ligeiramente superior ao registado na média da União Europeia (UE): 32%.

Notícia sobre: