Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Bebidas alcoólicas na UE: onde é que são mais baratas?

Portugal está a meio da tabela, apontam os dados do Eurostat.

Preço das bebidas alcoólicas
Eurostat
Autor: Redação

O preço das bebidas alcoólicas varia muito nos 27 países da União Europeia (UE). É na Hungria onde os preços do álcool são mais baixos. E na Finlândia onde são mais caros. Já em Portugal, os preços são ligeiramente superiores à média da UE, mostram os dados do Eurostat.

Os dados dos países são referentes a 2020 e têm por base de comparação o índice de preços médio das bebidas alcoólicas da UE que se fixa nos 100, esclarece o gabinete de estatística europeu na publicação divulgada na passada segunda-feira, dia 30 de agosto de 2021.

Ora, o país onde o preço das bebidas alcoólicas (destilados, vinho e cerveja) é menor é mesmo a Hungria (com um índice de nível de preços de 73). E logo a seguir está a Roménia (74) e a Bulgária (81).

Preço das bebidas alcoólicas
Eurostat
Neste campeonato, Portugal está a meio da tabela, sendo o 15º país que apresenta um nível de preços de álcool mais barato, com o índice a atingir os 105.9 em 2020. Olhando para a última década, salta à vista que o índice de preço das bebidas alcoólicas em território nacional tem vindo a aumentar ao longo dos anos, atingindo o seu máximo em 2019 de 107.4. Assim, 2020 assinala a primeira descida deste índice num horizonte de dez anos.

Quanto aos países onde o álcool é mais caro, destaca-se a Finlândia (com um índice de nível de preços de 193). Logo a seguir está a Irlanda (181) e Suécia (166). O que também salta à vista é que este índice de preços dispara na Noruega e a Islândia para os 251.2 e para os 239.4, respetivamente. Note-se que estes dois países não pertencem à UE.