Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Eletrodomésticos em fim de vida? Assim se “Recicla no Sentido Certo”

Nova campanha nacional explica exatamente o que tens de fazer para reciclar equipamentos eletrónicos.

Reciclar eletrodomésticos
Foto de Andrea Piacquadio en Pexels
Autor: Redação

Sabes onde colocar os eletrodomésticos avariados? E as lâmpadas fundidas? Não, a resposta certa não é junto do contentor do lixo comum. Todos os equipamentos elétricos e eletrónicos (EEE) que temos em casa podem ser reciclados e ganhar uma nova vida. Como? Há que “Reciclar no Sentido Certo”, uma campanha nacional que explica exatamente o que tens de fazer.

Ainda são vários os portugueses que descartam os seus equipamentos eletrónicos junto ao lixo indiferenciado, fazendo com que estes parem aos aterros. E as consequências são várias: os solos e as linhas de água ficam poluídos de tal forma que acabam por contaminar a cadeia alimentar.

A correta reciclagem destes equipamentos eletrónicos não só evita a poluição dos ecossistemas, como também permite aproveitar os materiais, incorporando-os no fabrico de novos produtos. Esta economia circular permite diminuir a extração de matérias-primas virgens do planeta, lê-se no site desta iniciativa que conta com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente e a Direção-Geral das Atividades Económicas.

Reciclar eletrodomésticos
Imagem de vkingxl por Pixabay

Quais os equipamentos abrangidos?

Os equipamentos elétricos e eletrónicos são todos os equipamentos que funcionam através de corrente elétrica, pilhas ou baterias. Trata-se, portanto, de ecrãs, monitores, frigoríficos, máquinas de lavar, ferros de engomar, aspiradores, comandos, telemóveis, lâmpadas...

E identificá-los é simples: basta procurares o rótulo de Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE) - representado por um caixote do lixo com um X - que pode constar no próprio equipamento, no seu manual de instruções ou na sua embalagem. Nota que esta é uma marcação que deve aparecer em todos os equipamentos elétricos e eletrónicos comercializados na União Europeia, refere ainda o site da iniciativa.

Quando estes equipamentos avariam – ou simplesmente deixam de nos ser úteis - ganham então, o  estatuto de REEE e devem ser entregues num centro próprio para reciclar e ganhar uma nova vida.

Reciclar aparelhos eletrónicos
Imagem de F. Muhammad por Pixabay

Onde devo entregar os equipamentos eletrónicos?

São vários os sítios onde podes deixar os teus equipamentos eletrónicos em fim de vida, de forma gratuita:

  • Pontos de recolha de REEE: existem vários locais distribuídos por todo o país para entregar os seus REEE, sendo que muitos encontram-se em estabelecimentos de ensino, empresas, entidades ou espaços comerciais. Descobre onde ficam aqui.
  • Ecocentros: todos os distritos e Regiões Autónomas de Portugal contam com diversos ecocentros, geralmente por Concelho ou Freguesia, onde podes entregar os equipamentos elétricos e eletrónicos;
  • Lojas de EEE: troca o velho pelo novo, entregando o teus equipamentos em fim de vida na compra de um novo equivalente (com a mesma função) em lojas, supermercados ou outros estabelecimentos onde se vendem este tipo de aparelhos. As lojas com superfícies comerciais de venda de EEE superiores a 400 m2 têm a obrigação de aceitar gratuitamente equipamentos de pequenas dimensões (não superiores a 25 cm), mesmo que não adquira um novo equipamento. Também podes fazê-lo em compras são entregues em casa;
  • Recolha pela autarquia: reúne todos os teus REEE e consulta a tua autarquia, para saber qual é o sistema de recolha de resíduos utilizado. Há casos em que há um dia marcado para o efeito e outros em que é possível agendar a recolha junto à sua casa.
Reciclar eletrodomésticos
Imagem de Wolfgang Eckert por Pixabay