Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Mudar de vida: estas bolsas de estudo pagam propinas a alunos jovens e adultos

A Fundação José Neves (FJN) lançou um programa de bolsas reembolsáveis para ajudar os portugueses a ganharem novas competências. Mestrados e pós-graduações incluídos.

Bolsas de estudo Fundação José Neves (FJN)
Foto de Kampus Production en Pexels
Autor: Redação

Nunca é tarde para aprender, nem para mudar de vida. Há um ano, a Fundação José Neves (FJN) - criada por José Neves, fundador da Farfetch - lançou um programa de bolsas reembolsáveis para ajudar os portugueses a ganharem novas competências, sem limite de idade. O modelo é simples: permite a alunos jovens ou adultos fazerem a sua formação sem preocupações financeiras, reembolsando mais tarde o investimento se atingirem as metas salariais definidas à partida. Depois, o valor reembolsado é usado para apoiar mais alunos, atribuindo mais bolsas.

Até agora, o programa de bolsas ISA FJN já apoiou 150 portugueses em todo o país, tendo pago mais de um milhão de euros em propinas. Muitos deles já terminaram o curso e foram reintegrados no mercado de trabalho na área de formação.

Olga Frazão é um dos rostos do programa ISA FJN. Fez uma pós-graduação na Nova SBE e voltou ao mercado de trabalho ainda durante a formação. "Foi uma parceria vencedora. O ISA FJN permitiu-me adquirir novas competências numa área fundamental na atualidade - Liderança e Gestão de Talentos. Este tipo de iniciativas e apoios são de grande mérito, uma vez que permitem a todos os profissionais, independentemente da sua experiência e maturidade, investir na aquisição de novas competências e/ou potenciar as que já possuem. O balanço final é muito positivo, aconselho vivamente”, refere.

Como funciona o programa de bolsas de estudo?

Para beneficiar deste apoio os interessados devem submeter a sua candidatura em https://joseneves.org/pt/isa.

O processo de candidatura aos ISA FJN é simples. Há 226 cursos disponíveis em diversas instituições de ensino espalhadas por todo o país (universidades, institutos politécnicos e diversas escolas de formação prática e intensiva). E se o curso que desejam não estiver disponível, os interessados podem sugerir a sua inclusão através do website da FJN.

Foto de Christina Morillo no Pexels
Foto de Christina Morillo no Pexels

O ISA FJN garante o pagamento integral da propina e esse investimento só é reembolsado se e quando o estudante atingir as condições para o fazer de forma sustentada. Trata-se de um programa de bolsas reembolsáveis baseado no modelo de acordo de partilha de rendimentos ('Income Share Agreement'), que investe o valor reembolsado no pagamento de mais bolsas a novos alunos e tem como objetivo apoiar os portugueses no acesso aos cursos e formações que lhes permitam adquirir as competências para os empregos do futuro.

Fundação tem 1,4 milhões para investir até final do ano

“Um ano passou muito rápido e com resultados surpreendentes para esta inovadora ferramenta de democratização de acesso à aprendizagem. A principal mensagem que queremos transmitir é que as bolsas ISA FJN estão ativas e disponíveis para todos os portugueses que querem apostar na sua educação, independentemente da situação pessoal, profissional ou capacidade financeira”, comenta Carlos Oliveira, Presidente da Fundação José Neves.

Até ao final do ano, a FJN tem ainda 1,4 milhões de euros para investir no pagamento dos estudos. Esta é uma oportunidade para quem pretende candidatar-se a mestrados, pós-graduações, ‘bootcamps’ e outros cursos intensivos, mas também para todos aqueles que pretendem aprender ao longo da vida e aumentar as suas competências.