Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Estudo

Últimas notícias sobre "Estudo" publicadas em idealista.pt/news

Portugal continua a ser o terceiro país mais pacífico do mundo

Portugal é, pelo segundo ano consecutivo, o terceiro país com melhor pontuação no Global Peace Index, ranking que mede quais são os países mais pacíficos do mundo e que é elaborado pelo Institute for Economics & Peace (IEP) – tem os mesmos 1.247 pontos que na edição de 2019. Nova Zelândia lidera a lista, sendo seguida por Islândia.

Notícia sobre:

Viver em Lisboa: capital portuguesa deixar de ser uma das 100 mais caras do mundo

O custo de vida em Lisboa diminuiu em 2020. A capital portuguesa desceu 11 posições no ranking “Cost of Living 2020”, da consultora Mercer, sendo agora a 106ª cidade mais cara do mundo para se viver, num total de 209 metrópoles. No top 10 da lista das cidades mais caras do mundo encontram-se seis asiáticas, sendo que Hong Kong volta a liderar a tabela. Já Tunes, na Tunísia, ocupa a última posição do ranking.

Notícia sobre:

Quanto custa ter um bebé em Portugal?

A decisão de ter um filho implica, também, “fazer contas” à carteira, porque são muitas as despesas a ter em conta aquando do nascimento de um bebé. Um estudo realizado pela Picodi concluiu que o custo das compras necessárias durante a gravidez e o primeiro ano de vida do bebé é de 3.470 euros, isto um kit básico. Em Portugal, para se comprar esse mesmo kit básico são necessários 3,7 salários médios, mais que, por exemplo, em Espanha (3,2) e Itália (2,6). 

Notícia sobre:

Feira Popular de Lisboa com decisão “favorável condicionada” do ambiente – projeto será adaptado

Luz ao fundo do túnel para a construção da futura Feira Popular de Lisboa, num terreno em Carnide com cerca de 20 hectares? A Declaração de Impacte Ambiental (DIA) já foi publicada, mas aponta impactos negativos em termos de saúde, ruído e alterações climáticas, tendo, por isso, uma decisão “favorável condicionada”. A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá agora de apresentar o projeto final, com adaptações, e só depois é que receberá a aprovação final em termos ambientais.

Notícia sobre:

O que mudou na carteira dos portugueses com a Covid-19 - entre rendimentos e gastos

Os portugueses estão a sentir, e muito, o impacto da pandemia do novo coronavírus. Entre o final de março e o início de abril, metade dos consumidores disse ter tido uma quebra nos rendimentos, sendo que mais de um terço aumentou os gastos. Em causa está um relatório elaborado pela McKinsey sobre o impacto da Covid-19 no consumo em Portugal.

Notícia sobre:

Marcas que deixam “marca” em tempos de Covid-19

“Perceber o impacto e reconhecimento do contributo das marcas para a comunidade, durante a pandemia do Covid-19”. Este é o objetivo do estudo realizado, dia 26 de março de 2020, pela Equação Lógica junto da população residente na Grande Lisboa e Grande Porto, com uma amostra de 303 entrevistas.

Notícia sobre:

Quatro milhões de portugueses vão de carro para o trabalho – Lisboa e Porto “fogem à regra”

Quatro milhões de portugueses – pessoas residentes em Portugal Continental – dizem que utilizam o carro para ir trabalhar. Segundo um estudo da Marktest, trata-se de um valor que representa 59% dos indivíduos que têm carta de condução de ligeiros.

Notícia sobre:

“Produtos destinados à classe média já começam a ser um objetivo dos promotores”

Estarão os promotores imobiliários cada vez mais apostados em trazer ao mercado oferta para a classe média portuguesa? Para Paulo Silva, Head of Country da Savills Portugal, a resposta a esta pergunta é sim. “Mantêm-se os desequilíbrios entre a oferta e a procura, já existindo evidência de que irão sofrer ajustamentos nos próximos anos, por aumento da oferta. Os produtos destinados à classe média já começam a ser um objetivo dos promotores, facto que representa uma boa notícia para este segmento de mercado”, referiu, em comunicado.

Notícia sobre:

Taxa de esforço para arrendar casa em Lisboa é muito superior à de Berlim e Barcelona

Tem-se assistido em Portugal a uma escalada de preços no mercado de arrendamento. Um cenário que se verifica também noutras cidades europeias, conforme contou ao idealista/news Christian Ammann, CEO da Century 21 Alemanha – falando sobre o caso de Berlim –, mas que tem um “peso” maior no país. Isto porque a taxa de esforço para arrendar casa em Lisboa chega a ser de 58%, um valor bem superior à verificada em Berlim (40%) e Barcelona (45%).

Notícia sobre:

Portugal é o segundo mercado europeu mais atrativo para investir em imobiliário de retalho

O mercado alemão ultrapassou Portugal como mercado europeu mais atrativo para investimento em imobiliário de retalho – inclui comércio de rua, restauração e centros comerciais. O país caiu do primeiro para o segundo lugar, no Global Retail Attractiveness Index (GRAI), que mede a atratividade dos mercados no total de 20 países na Europa, América do Norte e região Ásia-Pacífico.

Notícia sobre: