Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Coleção Berardo muda-se do CCB para Azeitão? Bacalhôa compra edifício histórico de 30 mil m2

Flickr
Flickr
Autor: Redação

Numa altura em que Joe Berardo está sob fogo cruzado, por várias frentes, acaba de saber-se que a Quinta da Bacalhôa comprou uma antiga garagem em Azeitão que, além de servir o negócio dos vinhos da família do comendador madeirense, poderá vir a albergar a coleção Berardo, que agora está no Centro Cultural de Belém (CCB), caso o acordo com Estado termine em 2022.

A Quinta da Bacalhôa, segundo avança o Jornal Económico, comprou um edifício histórico com 30 mil metros quadrados (m2) em Azeitão, avaliado em vários milhões de euros, que poderá dar origem a um mega-espaço cultural denominado Bacalhôa Berardo Collection (BBC), entre outras possibilidades, como sejam fins ligados ao negócio dos vinhos – já que fica situado nas proximidades do Palácio e Quinta da Bacalhôa.

O imóvel em questão foi comprado no ano passado à Transportadora Setubalense – Belos, do Grupo Barraqueiro (de Humberto Pedrosa, acionista da TAP) pela holding da família Berardo para os vinhos e o enoturismo, por um valor que não foi possível confirmar. No entanto, e segundo indica o jornal, a preços de mercado estará avaliado em vários milhões de euros, pois trata-se de um espaço com uma área que equivale à de três campos de futebol.

Jornal Económico
Jornal Económico