Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

Qual o património adquirido através dos vistos gold? BE quer um retrato completo

Os deputados do Bloco de Esquerda pretendem saber, por exemplo, onde estão e que uso está a ser dado a esses imóveis.

Photo by Nicole Geri on Unsplash
Photo by Nicole Geri on Unsplash
Autor: Redação

Os deputados do Bloco de Esquerda querem saber onde estão e que uso está a ser dado aos imóveis comprados por estrangeiros através dos vistos gold, para perceber a sua influência numa potencial especulação imobiliária. Os bloquistas pediram ao Ministério da Administração Interna (MAI) um retrato exaustivo dessas propriedades.

Até ao primeiro semestre de 2019, tinham sido atribuídos 7216 autorizações de residência pela contrapartida da aquisição de imóveis com valor igual ou superior a 500 mil euros e 439 vistos pela compra de imóveis para reabilitação com um preço de pelo menos 350 mil euros, segundo o Público, mas, ao que tudo indica, há muito poucos dados sobre esses imóveis.

Maria Manuel Rola e José Manuel Pureza, deputados do BE, que assinaram o documento de perguntas enviadas ao MAI, querem saber, segundo o jornal, quantos imóveis foram adquiridos em cada ano, desde o início da vigência do programa, quantos têm função habitacional, qual o seu estado de conservação e de ocupação, quantos foram revendidos entretanto, e quantos obtiveram isenção de IMT (Imposto Municipal sobre Transmissão Onerosa de Imóveis) ou de IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) e em que valores.