Notícias sobre o mercado imobiliário e economia

A tomada para carregar carros elétricos pode ser instalada no lugar de estacionamento?

Gtres
Gtres
Autor: Redação

Há cada vez mais portugueses a comprarem carros elétricos, uma decisão que além de se mais amiga do ambiente pode ser mais económica. Mas o que fazer quando no teu lugar de estacionamento não existe uma tomada que permita carregar a viatura? Este é o tema do artigo de hoje da rubrica semanal Deco Alerta, assegurada pela Deco – Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor para o idealista/news.

Envia a tua questão para a Deco, por email para decolx@deco.pt ou por telefone para 00 351 21 371 02 20.

Recentemente comprei um automóvel elétrico, mas não tenho tomada no meu lugar de estacionamento. Será que posso fazer a instalação? E como devo agir perante o condomínio? 

As tuas dúvidas são muito pertinentes e, certamente, muito úteis para outros consumidores. Quando os locais de estacionamento estão equipados com tomadas elétricas com ligação exclusiva à fração, a sua adaptação para o carregamento das baterias elétricas dos carros, desde que se cumpram os requisitos técnicos e legais exigidos, pode ser fácil e simples.

No entanto, e de acordo com o teu relato, não há tomadas, pelo que a sua instalação terá de ser efetuada em local pertencente a uma parte comum do edifício. Assim sendo, é necessário que faças uma comunicação escrita à administração do condomínio, com a antecedência de, pelo menos, 30 dias, face à data pretendida para a instalação.

Pelo seu lado, a administração de condomínio só pode recusar a instalação caso se verifique uma das seguintes situações:

  • Quando, depois de comunicada a intenção de proceder à instalação, o condomínio decida realizar no prazo de 90 dias, a instalação de um ponto de carregamento que permita assegurar o carregamento de baterias, com o mesmo tipo de tecnologia e as necessidades de todos os potenciais utilizadores;
  • Quando no edifício já exista um ponto de carregamento para uso partilhado com os mesmos serviços e a mesma tecnologia;
  • Quando a instalação coloque em risco efetivo a segurança de pessoas ou bens ou prejudique a linha arquitetónica do edifício.

Assumindo que tudo estará em condições para se instalar a tomada elétrica, poderás iniciar esse processo, confirmando desde logo a potência a contratar para proceder ao carregamento da viatura (obrigatório consultar a legislação em vigor) e determinar o contador que se usarás:

  • Optar por um contador da companhia abastecedora do edifício, comum para todos os lugares de estacionamento. Mas depois terás de fazer estimativas do que gastaste e essa poderá não ser a solução mais apelativa para os teus vizinhos;
  • Realizar um novo contrato e instalar um contador individual na garagem. Contudo, com esta hipótese vais ter mais uma fatura a não esquecer de pagar no final do mês;
  • Optar pela instalação elétrica da fração. A desvantagem é que, enquanto o veículo carrega, terás menos potência disponível em casa, mas é apenas uma questão de organização.

Terás ainda de escolher a tarifa que será mais vantajosa. Normalmente a bi-horária ou a tri-horária são a escolha acertada. 

Informa-te sobre os teus direitos